Esporte

Com pênalti duvidoso e falta de energia, Juazeirense é eliminada pelo Vasco pela Copa do Brasil

Com apenas doze anos de fundação a Sociedade Desportiva Juazeirense poderia ter feito história no futebol brasileiro se mantivesse o resultado que lhe era favorável até os 45 minutos do segundo quando vencia o Vasco da Gama do Rio de Janeiro por 2 a 1, pela Copa do Brasil. Não deu. O Vasco empatou com gol de pênalti duvidoso através de Max López.

O jogo teve falta de energia elétrica e pênalti duvidoso

Durante quase todo o jogo, que teve interrupção por conta da queda de energia em dois dos refletores do Estádio Adauto Moraes, a partida foi equilibrada com os analistas alegando que esta foi a pior partida da equipe cruzmaltina na temporada. Mesmo não jogando bem, foi o Vasco que saiu na frente aos 13 minutos da etapa inicial, com Yan Sasse.

No segundo tempo, a Juazeirense empatou aos 06, com Gustavo Balotelli, e virou o jogo com penalidade sofrida por Balotelli (o nome do jogo) que foi convertida por Nino Guerreiro aos 33 minutos.

Aos 44 minutos, nova penalidade desta feita favorável à equipe carioca, que foi convertida por Max López, aos 45. Membros da Central do Apito do Canal Sportv que transmitia o jogo alegaram que não houve a penalidade, mas o Vasco não tem nada com isso. Conseguiu o resultado que lhe garantiu a passagem para a próxima etapa da Copa do Brasil. (Informações de Geraldo José).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas