Interior da Bahia

História

Antônio Conselheiro: herói de Canudos agora é herói da Pátria

O Livro dos Heróis da Pátria, documento que preserva os nomes de figuras que marcaram a história do Brasil, ganhou ontem (3) mais um personagem, desta vez o sertanejo Antônio Conselheiro, símbolo de liderança social na comunidade de Canudos, no sertão baiano.

Antonio Conselheiro, no Livro dos Heróis da Pátria

A inclusão de Conselheiro no chamado Livro de Aço, que fica no panteão da Pátria, na Praça dos três Poderes, em Brasília, se deu graças à aprovação do PLC 185/2017, de autoria da deputada Lusianne Lins, com relatoria no senado do ex- senador seador José Pimentel, ambos do PT-CE, foi aprovado no plenário do Senado Federal e agora segue para sanção presidencial.

Antônio Vicente Mendes Maciel, o Antônio Conselheiro, é visto como símbolo de liderança social no interior da Bahia e sua história é contada em detalhes no clássico da literatura Os Sertões, de Euclides da Cunha. 

Conselheiro morreu no dia 5 de outubro de 1897, poucos dias antes do fim da guerra de Canudos. (Com informações da Agência Câmara).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas