Interior da Bahia

Política

Bolsonaro anuncia a saída de Ricardo Vélez da Educação; dono do ministério já indicou outro

O presidente Jair Bolsonaro informou, pelo Twitter, na manhã desta segunda-feira (8/4), a saída de Ricardo Vélez Rodriguez do Ministério da Educação (MEC). O chefe do Palácio do Planalto aproveitou e já anunciou quem ficará à frente da pasta: o professor Abraham Weintraub.

Vélez foi demitido depois de várias trapalhadas (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

“Comunico a todos a indicação do professor Abraham Weintraub ao cargo de Ministro da Educação. Abraham é doutor, professor universitário e possui ampla experiência em gestão e o conhecimento necessário para a pasta. Aproveito para agradecer ao Prof. Velez pelos serviços prestados”, escreveu Bolsonaro na rede social. 

Mais tarde, o presidente corrigiu a informação sobre a formação do novo titular da pasta. “Abraham possui mestrado em Administração na área de Finanças pela FGV e MBA Executivo Internacional pelo OneMBA, com título reconhecido pelas escolas: FGV/Brasil, RSM/Holanda, UNC/Estados Unidos, CUHK/China e EGADE-ITESM/México”, complementou.

Cotado para Casa Civil

Abraham Weintraub será o novo ministro da Educação

O economista Abraham Weintraub e o irmão Arthur foram responsáveis pelo tema da Previdência durante o governo de transição. Ele era atualmente secretário executivo da Casa Civil, tendo sido apresentado a Bolsonaro pelo chefe destan pasta, o ministro Onyx Lorenzoni.

Formado em economia pela USP, Abraham trabalhou no Banco Votorantim, onde exerceu os cargos de economista-chefe e diretor, entre outros. Depois, passou pela Quest Corretora. Nos últimos anos, lecionou pela Universidade Federal do Estado de São Paulo (Unifesp), como professor de Ciências Contábeis.( Agencia Estado).

P.S.

Segundo informações, o novo ministro da Educação também é uma indicação de Olavo de Carvalho, considerado o Guru e Bolsonaro e Manda-Chuva da pasta.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas