Meio Ambiente

INEMA apreende mais de 500 pássaros em operações na região de Jacobina e Capim Grosso

O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (INEMA), unidade regional de Senhor do Bonfim e Juazeiro, com participação de agentes do Parque Sete Passagens em Miguel Calmon e da COPPA – CIA DE POLÍCIA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL, realizou uma operação no município de Pindobaçu, Caem, Saúde, Capim Grosso e Quixabeira. Em Capim Grosso os agentes conseguiram identificar e deter traficantes de pássaros que estariam com destino a São Paulo.

A operação aconteceu em Pindobaçu, Caem, Saúde, Capim Grosso e Quixabeira

A operação, tendo como alvo principal o tráfico de animais silvestres. Cerca de 590 pássaros oriundos da fauna brasileira.

Além dos agentes dos órgãos policiais, um veterinário do zoológico de Salvador está entre eles para que possa fazer a avaliação dos animais que poderão ser soltos diretamente na natureza e os que precisam de uma readaptação para serem soltos.

A Lei de Crimes Ambientais (9.605/98), em seu Art° 29: “Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente“, estabelece crime, e os infratores estão sujeitos a multas que variam de 500 a 5.000 reais por cada pássaro apreendido.

O intuito do órgão é realizar fiscalizações sistemáticas a fim de coibir o comércio e tráfico de animais silvestres na região. (Fonte: Portal Serrolândia).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas