Interior da Bahia

Entretenimento

Eleição da ABCD acontece hoje; candidato, Dito Lopes visita a Rádio Jacuípe

A eleição para escolha da nova diretoria da Associação Baiana dos Cronistas Desportivos – ABCD, acontece nesta sexta-feira (26), em Salvador. Dois candidatos concorrem à vaga para suceder o atual presidente Marcio Martins: os repórteres Dito Lopes, da Itapoan FM, e Marinho Junior, da Metrópole FM, as duas emissoras da capital baiana.

Dito Lopes na Jacuipe, ladeado por Noroel, Alcione, Evandro, Adriano e Gilberto

Em campanha, Dito Lopes esteva visitando a Rádio Jacuípe ao lado de Márcio Martins na última terça-feira, quando expos as suas principais propostas, caso seja eleito.

“Pretendemos aproveitar o clube dos radialistas para servir como uma opção de lazer para todos e também possibilitar arrecadação de recursos através de aluguel de espaço para eventos. Pretendemos também melhorar as condições de dois apartamentos para servir de alojamento para os colegas do interior quando estiveram em serviço em Salvador”, destacou Dito.

Entrevistado junto com Dito Lopes na resenha Bola na Rede, Marcio Martins falou da sua administração, destacando as dificuldades que enfrentou com a Federação Baiana de Futebol, notadamente sobre as questões relacionadas ao Estádio de Pituaçu. “Foi um problema que enfrentei e que Dito vai ter que enfrentar e tentar resolver. Sabemos das dificuldades que os colegas do interior enfrentam, tentei fazer o que pude, mas sei que Dito vai melhorar ainda mais”, pontuou Martins.

Dito Lopes e Marcio Martins nos estúdios com a equipe da Rádio Jacuipe

Em Riachão do Jacuípe e Conceição do Coité a chapa liderada por Dito Lopes deverá contar com praticamente todos os votos. De Riachão, estão aptos a votar na eleição Evandro Matos, Mario Amaral, Gilberto Oliveira, José Alcione e Nilson Oliveira; de Conceição do Coité a chapa deverá ter o apoio dos radialistas Valter Silva, Piter Junior, Jedson Silva e Val Guedes.

A chapa de Dito Lopes é composta também pelo ex-árbitro Manoel Lima Matos, além de quatro integrantes do interior, entre eles o narrador Paulo José, de Feira de Santana.

Segundo Evandro Matos, a opção pelo nome de Dito Lopes foi por dois motivos. “Primeiro porque ele nos procurou e é um profissional competente e correto; segundo porque tem o apoio de dois amigos, que fizeram essa ponte, o Jair Cezarinho e Paulo José”, explicou.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas