Interior da Bahia

Cultura

“Festas juninas estão sendo violentadas e programação perdendo a alma, no Nordeste ”

O cantor Santanna voltou a criticar a “invasão das duplas sertanejas” na programação do São João 2019. Em entrevista a Gláucia Oliveira, no programa Show da Cidade, na Rádio Liberdade, Caruaru, o artista voltou a defender a música nordestina. Desta vez, Santanna afirmou que o perigo é o São João virar um festival como outro qualquer e perder a essência de uma grande festa tradicional, promotora do desenvolvimento turístico e cultural.

Orquestra Sanfônica, manifestação cultural para manter a tradição da festa junina

O cantador, uma das atrações do sábado (17), no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, em Caruaru, fez forte declaração em defesa da música nordestina. O artista disse que é preocupante a invasão dos sertanejos no período junino e culpou os gestores. “Os gestores são culpados por essa mudança. Vão acabar com a festa, que está perdendo a essência. A coisa que não tem alma não consegue sobreviver”, desabafou.

Para Santanna, as festas juninas no Nordeste estão sendo “violentadas”. “Eu fico triste com uma festa como essa seja violentada da maneira como está sendo em várias partes do Nordeste. Vai se tornar um festival comum como acontece em qualquer parte do mundo, uma coisa comum, perdeu a alma e isso preocupa bastante”, disse. O artista frisou que o compromisso dele é com o povo. “O gestor tem 4 anos, tem 8 anos, mas o povo é sempre, é eterno, meu compromisso é com o povo, se o povo brilhar todos os artistas vão brilhar”, afirmou. (Fonte: Geraldo José).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas