Interior da Bahia

Cultura

Encontro de Gigantes em Coité supera expectativa de público

Na última sexta-feira (24), o “Encontro dos Gigantes” na Arena Fabilu em Conceição do Coité, localizada na região do Sisal, teve como atrações principais três grandes nomes da música nordestina: Adelmário Coelho, Flávio José e Alcymar Monteiro. A festa teve início às 21h no palco alternativo com a banda coiteense Bruma Leve.

Em sua primeira edição o evento já garantiu  uma estrutura grandiosa. A área “Dominguinhos” dava acesso ao palco alternativo, enquanto a área Gonzagão, com uma decoração mais arrojada, contou com barraquinhas de comidas típicas juninas e livre acesso ao palco principal. Aproximadamente às 23h, Adelmário Coelho subiu ao palco. Inicialmente o público parecia desanimado, mas não demorou muito e o forrozeiro com seus grandes clássicos fez o público dançar.

O evento teve sua expectativa de público superada: “Hoje aqui temos não só a nossa gente de Conceição do Coité, mas de toda a região, estamos muitos satisfeitos”, declarou Luisinho da Fabilu, lembrando de sua parceria com Thiago da Hangar. Nossa equipe (Imprensa Cheque) conferiu caravanas de Riachão do Jacuípe, Capela do Alto Alegre, Serrinha, São Domingos, Feira de Santana, da capital Salvador e demais cidades. “Estou amando a festa, está tudo muito lindo”, disse Geovania da cidade de Teofilandia.

A segunda atração principal da noite foi o cearense Alcymar Monteiro. Ao ritmo do forró vaquejada, o artista já entrou no palco agitando os participantes. No meio de sua apresentação, Monteiro homenageou dois grandes artistas nordestinos que fizeram história, Luiz Gonzaga e Raul Seixas. Antes de encerrar sua apresentação, desabafou sobre o espaço que o forró tradicional vem perdendo no Nordeste para  ritmos do  Sul e Sudeste. Segundo ele, “em sua maioria só destroem nossa cultura”.

Durante o evento, foi também impossível não perceber um destaque na multidão. Trata-se de dona Nilda, uma senhora de 69 anos de idade que, do pé do palco, dançava com uma disposição de dar inveja. Acompanhada pelas filhas, ela era a mais animada: “Estou feliz, estou adorando”, disse e continuou dançando.

Flávio José foi o último dos três gigantes a se apresentar. O paraibano subiu ao palco às 3h20 da manhã com sua companheira de estrada, a sanfona. O ápice do show de Flávio foi na hora que o mesmo cantou um de seus maiores sucessos “A natureza das Coisas”, o público foi ao delírio com a letra na ponta da língua. O sanfoneiro contou desde o início do show com a participação especial do público que quase não deixou Flávio cantar sozinho, formando um lindo coro.

Mais uma vez, artistas do Nordeste confirmam que o forró raiz apesar dos pesares segue firme e forte. Flávio encerrou agradecendo a nação forrozeira por não deixar a cultura morrer! A festa foi encerrada pela banda Bruma Leve.

Por Maiana Lopes (jornalista) e Eliete Cordeiro (fotógrafa) 

Equipe Imprensa Cheque

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas