Interior da Bahia

Esporte

Alexi Portela revela rombo de R$ 30 milhões nos cofres do Vitória

Em entrevista a José Eduardo no Jornal da Cidade 2ª Edição da Rádio Metrópole, o ex-presidente do Esporte Clube Vitória, Alexi Portela, abriu o jogo e revelou que o clube apresenta um rombo de R$ 30 milhões nos cofres. O dirigente, que apoiou o atual presidente Paulo Carneiro, criticou os ex-gestores Ricardo David e Ivã de Almeida e também revelou que o técnico Vagner Mancini recebeu R$ 1,4 milhão para livrar o Leão do rebaixamento na temporada 2017.

Alexi Portela abriu o jogo e revelou que o clube apresenta um rombo de R$ 30 milhões

“É uma coisa que você não entende. O pessoal da FutebolCard, que toma conta do Sou Mais Vitória, tem 20% da receita, que cai na conta da empresa para depois cair na conta do Vitória. Ivã de Almeida negociou isso, junto com seu Libório. São coisas absurdas. Mancini ganhou, para não cair, R$ 1,4 milhão. Pagou uma parte, mas imagine negociar isso para não cair, fora o alto salário”, revelou.

Sobre a situação atual do time na Série B, Alexi disse que o elenco ainda precisa de reforços e afirmou que o clube deve contratar um goleiro e novos reforços até o fim da parada da Copa América. “Esse grupo que está aí precisa ser reforçado. Vamos trazer um goleiro e jogadores para reforça, urgente. Esse time foi montado e com todos os times já montados. Não tinha jogador no mercado, esse é o grande problema”, disse Portela, que foi presidente do Vitória até 2013.

“Eu não aceito a posição que eles deixaram o clube. É muito pior do que em 2006. Eles tentaram acabar com o clube. Mas não vamos deixar. Temos que procurar subir, ficar na Série B é complicado. Não era o que a gente queria, falo como torcedor. São várias situações”, afirmou o ex-presidente. (Informações do Futebol Bahiano.org).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas