Interior da Bahia

Polícia

Quatro cidades da Bahia estão entre as 10 mais violentas do País

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou nesta segunda-feira o ranking dos municípios mais violentos do país que têm população superior a 100.000 habitantes. Maracanaú, no Ceará, é a cidade brasileira com a maior taxa de homicídio (145,7), seguida por Altamira (133,7), no Pará, e São Gonçalo do Amarante (131,2), no Rio Grande do Norte. O levantamento foi feito em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública e se baseia nos dados de mortes violentas de 2017.

Cidades mais violentas têm taxas de homicídio superior a 130 por 100.000 habitantes (iStockphoto/Getty Images)

O coordenador do estudo, Daniel Cerqueira, destacou que, das 20 cidades mais violentas, 18 se localizam no Norte e Nordeste.  Nos últimos anos, as duas regiões se tornaram um importante corredor do tráfico de drogas para as facções criminosas, como Primeiro Comando da Capital (PCC), Comando Vermelho (CV) e Família do Norte (FDN), que travam batalhas sangrentas pelo domínio do território. A cocaína geralmente é produzida nos países vizinhos Bolívia e Peru, que tem mais de 1,4 mil quilômetros de fronteira com o Brasil. A droga atravessa a área brasileira pelos rios da floresta amazônica, até chegar aos portos da costa nordestina, de onde é enviada por navios para Europa e África.

De acordo com a pesquisa, outro fator determinante para o elevado número de mortes violentas nessas duas regiões é o fato de terem a maior quantidade de jovens, entre 15 e 24 anos, que não estudam e não trabalham, ficando desta forma vulneráveis à influência das facções. “Esses são exatamente os indivíduos principais a serem focalizados em qualquer programa de enfrentamento à criminalidade”, diz o estudo do Ipea, que é vinculado ao ministério da Economia.

A pesquisa também captou um “movimento de interiorização e espraiamento” do crime, uma vez que a taxa de homicídios cresceu muito mais em municípios menores do que nos maiores. Segundo a pesquisa, entre 2007 e 2017, ocorreu um aumento de 51,5% na taxa de mortes violentas em municípios com menos de 100.000 habitantes, e de 14,5% em cidades médias que têm entre 100.000 e 500.000 moradores. Nas cidades com mais de 500.000 pessoas, a alta ficou em 3,4%.

Lauro de Freitas, na Bahia, está entre as dez mais violentas do país (Foto: YouTube)

Na lista das capitais mais violentas, está Fortaleza em primeiro lugar, com taxa de 87,9, seguida por Rio Branco, 85,3, e Belém, 74,3. Chamou a atenção dos pesquisadores o caso de Florianópolis, que, apesar de ter um índice de homicídios de 30, sofreu um aumento de 70,9% na taxa entre 2016 e 2017.

As dez cidades com maiores taxas homicídios por 100.000 habitantes:

  1. Maracanaú (CE) – 145,7
  2. Altamira (PA) – 133,7
  3. São Gonçalo do Amarante (RN) – 131,2
  4. Simões Filho (BA) – 119,9
  5. Queimados (RJ) – 115,6
  6. Alvorada (RS) – 112,6
  7. Marituba (PA) – 100,1
  8. Porto Seguro (BA) – 101,6
  9. Lauro de Freitas (BA) – 99,0
  10. Camaçari (BA) – 98,1
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas