Esporte

Está confirmado: Rogério Ceni é demitido do Cruzeiro após desgaste

Durou pouco a passagem de Rogério Ceni no comando técnico do Cruzeiro. O treinador foi desligado do cargo na tarde desta quinta-feira (16), após capítulos e capítulos de polêmicas envolvendo o comandante e o grupo de jogadores. A gota d’água foi o ocorrido com o zagueiro Dedé após o empate em 0 a 0 com o Ceará, no Castelão, na 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ceni entrou em rota de colisão com alguns jogadores (Foto: Juarez Rodrigues /EM DA PRESS)

Com apenas 46 dias no comando do clube, Ceni não suportou à pressão vinda dos atletas e à falta de respaldo por parte da diretoria celeste. De forma tranquila, segundo informações da Rádio Itatiaia, Dedé teria solicitado que o treinador não descartasse o meia Thiago Neves. Pedido que fez o treinador abandonar o vestiário antes da saída dos atletas. 

Segundo apurou o Hoje em Dia a multa contratual de Rogério Ceni equivale a um salário do treinador. Pelas Consolidações das Leis do Trabalho (CLT), ou seja na carteira, o salário do treinador é R$ 274,8 mil. 

A demissão de Rogério Ceni foi anunciada pelo Cruzeiro em seu site oficial. O anúncio foi feito com um texto de dois parágrafos.

Leia abaixo a nota do clube. 

“O Cruzeiro Esporte Clube informa que Rogério Ceni não é mais o técnico da equipe. A decisão foi tomada nesta quinta-feira e o treinador foi comunicado em reunião realizada com o vice-presidente de futebol Itair Machado, na Toca da Raposa 2, assim que a delegação chegou da cidade de Fortaleza.

Rogério Ceni deixa o Clube acompanhado de seus auxiliares Danilo Augusto da Silva, Charles Herbert e Nelson Simões Júnior”

Desembarque

No desembarque em Belo Horizonte após o empate em 0 a 0 com o Ceará o treinador teve o seu nome gritado por torcedores que acompanharam a chegada da delegação no aeroporto de Confins. Alguns jogadores, dentre esses o meia Thiago Neves, foram alvo de protestos. Membros da diretoria do clube, como o vice de futebol Itair Machado, também foram duramente criticados. 

Fechados com Ceni

No momento mais complicado da crise cruzeirense, após a eliminação para o Internacional nas semifinais da Copa do Brasil e uma goleada de 4 a 1 para o Grêmio, no Independência, pelo Brasileirão, a torcida fez manifestações diárias e sempre destacou o apoio ao treinador Rogério Ceni.

Hoje a situação é diferente. Os resultados não vieram, o time segue envolvido com a zona de rebaixamento e o apoio não tem mais a mesma intensidade, se é que ele ainda existe.

Na tarde desta quinta-feira aconteceu mais uma reunião da diretoria cruzeirense com seu treinador e a saída do treinador foi confirmada.  (Fonte: Jornal Hoje em Dia).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas