Polícia

Operação prende em AL, BA e PE suspeitos de assaltar bancos e carro-forte

Uma operação integrada entre as polícias dos estados de Alagoas, Bahia e Pernambuco resultou, no final de semana, na prisão de seis pessoas que são suspeitas de envolvimento na explosão de um carro-forte e outros crimes em estados do Nordeste.

Operação resultou na prisão de seis pessoas por suspeitas de envolvimento na explosão de um carro-forte e outros crimes em estados da região Nordeste.

De acordo com o delegado da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) da Polícia Civil de Alagoas, Fábio Costa, participaram da operação integrada equipes das Polícias Civis de Alagoas e Pernambuco, da Polícia Militar de Pernambuco e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

“Investigadores da Seção Especial de Roubos a Bancos da Deic em conjunto com policiais civis da Bahia – Draco e Coordenadoria de Paulo Afonso – trabalharam na investigação por seis meses para identificar os assaltantes. O grupo é liderado pelo baiano Varnei Xavier dos Santos, que está foragido, e pelo presidiário José Salviano Arcoverde Neto, que de dentro do presídio organizava as ações do grupo que agia em Alagoas, Bahia, Pernambuco e Sergipe”, disse o delegado.

Na ocasião, foram realizadas prisões nas cidades de Delmiro Gouveia (AL), Paulo Afonso (BA) e Petrolina (PE) onde foram apreendidos quatro fuzis, três carabinas, três revólveres, uma pistola 9mm, dois coletes balísticos, cinco carros (sendo quatro roubados), vasta quantidade de explosivos, rádios comunicadores, balaclavas e trajes do exército.

A polícia informou que chegou até o grupo após uma longa investigação motivada pelos frequentes registros de roubos a bancos e carro-forte no Nordeste.

Crimes

Um dos crimes foi a explosão do carro-forte, em 27 de maio deste ano, no município de Inhapi, no Sertão de Alagoas, quando o grupo criminoso cercou o veículo de transporte de valores fuzilando e explodindo para roubar uma grande quantidade em dinheiro.

Os integrantes do grupo vão responder na justiça pelos crimes de organização criminosa e roubo majorado. (Fonte: G1 Bahia).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas