Polícia

Reféns são usados como escudo humano após assalto em Santa Catarina

Sete pessoas foram feitas de reféns e usadas como escudo humano por um grupo criminoso em Vidal Ramos, na região do Vale do Itajaí, em Santa Catarina, na manhã desta quarta-feira. Os criminosos usaram as vítimas para fugir após um assalto a duas agências bancárias. Dois homens ficaram feridos e ninguém foi preso. 

Os assaltantes fugiram em uma caminhonete com os reféns: dois ficaram deitados em cima do capô, uma pessoa na porta esquerda e três na carroceria (foto: Reprodução/Facebook).

De acordo com a Polícia Militar de Santa Catarina, por volta das 11h25, os assaltantes tentaram assustar moradores do município, que tem cerca de 6 mil habitantes, fazendo diversos disparos. Eles chegaram a fazer um escudo humano em frente às duas agências: uma de um banco e uma de cooperativa de crédito. 

Os assaltantes fugiram em uma caminhonete preta com os reféns, dois deles foram obrigados a deitar de bruços em cima do capô, uma pessoa ficou na porta esquerda e outras três na caçamba do carro.

Durante a fuga, os criminosos atearam fogo em um caminhão na rodovia SC-110 para impedir a polícia de segui-los. Além disso, criaram barreiras para dificultar a perseguição.

A Delegacia de Polícia Ituporanga, que fica cerca de 30 quilômetros de Vidal Ramos, informou que os reféns foram liberados por volta das 14h, mas não deu detalhes de como isso aconteceu.

De acordo com a PM, outros dois veículos também foram utilizados na fuga. Helicópteros vindos de Florianópolis, Joinville e Balneário Camboriú, atuaram na ocorrência. 9Informações do jornal O Estado de Minas).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas