História

‘Placar’: Chega às bancas edição comemorativa dos 50 anos da revista

Em 2020, ano do cinquentenário de PLACAR, lançada em março de 1970, a mais tradicional publicação esportiva brasileira estreia uma nova fase – sem jamais se esquecer de suas raízes. Notícias exclusivas, entrevistas saborosas e fotos memoráveis foram e seguirão sendo pilares fundamentais. Agora, em todas as nossas plataformas: no papel, nas redes sociais, nos sites de VEJA e PLACAR.

Placar de janeiro é uma deliciosa viagem no tempo Divulgação/Placar

O número 1459 é uma edição de colecionador, e que reúne textos assinados por aqueles que escreveram, literalmente, a história da revista. Além de uma participação especial do rei Pelé, que brilhou na capa da edição inaugural, em março de 1970, em um depoimento exclusivo (assista ao vídeo abaixo).

Os jornalistas Carlos Maranhão, Juca Kfouri, Marcelo Duarte, Sérgio Xavier Filho e Maurício Barros, todos ex-diretores de redação de PLACAR, rememoram momentos importantes dos 50 anos de paixão pelo futebol retratados na revista. Entre as grandes entrevistas revisitadas destacam-se: a reaparição de craque Tostão, em 1984, então tratado como “Doutor Eduardo”, depois de 11 anos fugindo dos holofotes; os melancólicos últimos anos de Garrincha narrados por Marcelo Rezende em 1979; e a visão do capitão uruguaio Obdulio Varela sobre o desastre brasileiro do Maracanazo, em uma conversa com José Maria de Aquino, direto de uma quadra de bocha no Uruguai, em 1972.

A edição também recorda “o lado escondido da bola”, matérias que escancararam os bastidores do futebol, como escândalos de doping e a máfia da loteria esportiva na década de 1980. Na seção “50 anos em 50 capas”, o curioso Marcelo Duarte conta os bastidores de como foram produzidas muitas das fotos que marcaram época, como aquela datada de 1995 em que Edmundo, o “Animal”, abraça um ursinho de pelúcia. Por fim, a edição mostra o “olhar diferente” que caracterizou o brilhante trabalho dos fotógrafos de PLACAR.

O ar de antologia, em respeito a meio século de história, não representa um passo atrás. É apenas um pontapé inicial de uma nova fase de PLACAR, mantendo a qualidade que a tornou uma referência, e mais conectada com as novas necessidades e características dos tempos de internet e redes sociais. Ao longo do ano, a revista promete novas edições especiais e temáticas, além de versões mais “clássicas” e quentes. (Fonte: VEJA).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas