Mundo

Coronavírus: número de mortos na Itália ultrapassa a China

O número de mortes causadas pelo novo coronavírus na Itália ultrapassou nesta quinta-feira (19) o total de vítimas na China. De acordo com balanço divulgado pelas autoridades, a Itália registrou 4.405 mortos pelo COVID-19. A China registrou 3.245.

Itália é dos países mais afetados (foto: NDREAS SOLARO/AFP / AFP)

De acordo com o governo italiano, o país registrou hoje 427 mortes, número menor comparado ao da última quarta-feira (18), quando ocorreram 457 mortes pelo COVID-19. O número bateu o recorde desde o surgimento da pandemia.

Assim, a Itália se tornou o país com mais mortes por COVID-19, à frente da China (3.245), Irã (1.284) e Espanha (767).

Para conter a disseminação do novo coronavírus, o governo da Itália impôs restrições na circulação em todo o país. Italianos não devem sair de casa, a não ser em caso de extrema necessidade. Na maioria dos casos, é preciso levar uma declaração de punho próprio para apresentar às autoridades, em caso de abordagem.

Quem sair de casa sem “motivo essencial” será processado por epidemia culposa, que prevê até 12 anos de prisão. Especialistas apontam que o governo italiano deve anunciar medidas ainda mais rígidas. 

Falta de serviços funerários

A Itália ordenou ao exército retire os corpos dos mortos por coronavírus dos hospitais, zonas de isolamento e quarentena nesta quinta-feira. A medida foi tomada porque os serviços funerários estão sobrecarregados. 

Os moradores de Bergamo, nordeste de Milão, compartilharam vídeos nas redes sociais onde é possível ver a longa fila de caminhões militares atravessando as estradas de madrugada e retirando caixões de um cemitério da cidade.

Um porta-voz do Exército confirmou que 15 caminhões e 50 soldados foram mobilizados para transferir corpos para províncias italianas. (Fonte: Estadão).

To Top
%d blogueiros gostam disto: