Nordeste

Chove acima da média histórica no Ceará pelo terceiro mês consecutivo

Com as chuvas registradas nas últimas 24 horas, a média pluviométrica esperada para todo o mês foi superada em apenas 20 dias. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), já choveu o acumulado a 206.3 milímetros no Estado, o que representa 1,4% superior ao volume esperado para março, que é de 203.4 mm. Cenário semelhante só foi registrado em três dos últimos dez anos (2020, 2019 e 2017). 

A média pluviométrica esperada para todo o mês foi superada em 20 dias (Foto: VcRepórter)

Este índice foi impulsionado com as precipitações registradas entre as 7 horas de quinta-feira (19) e 7 horas desta sexta. Ainda conforme o órgão meteorológico, mais de 90 cidades foram banhadas pela chuva. Os maiores volumes foram registrados em Tamboril (70 mm), Jijoca de Jericoacoara (57 mm) e Itapipoca (44.2 mm).  

Este é o terceiro mês consecutivo em que as chuvas no Ceará ultrapassam a média histórica. Em janeiro, a pluviometria ficou 43,9% acima do esperado, que é de 98.7 milímetros para o período. Já em fevereiro, choveu o acumulado de 192.1 mm, o que representa 61,9% acima da média para aquele mês (118.6mm). 

Confira os dez maiores volumes do dia:

  1. Tamboril (Posto: São Monte Alegre) : 70.0 mm
  2. Jijoca de Jericoacoara (Posto: Jericoacoara) : 57.0 mm
  3. Quiterianópolis (Posto: Baixio) : 51.0 mm
  4. Itapipoca (Posto: Praia da Baleia) : 44.2 mm
  5. Crato (Posto: Lameiro) : 44.0 mm
  6. Ipueiras (Posto: Matriz) : 40.0 mm
  7. Moraújo (Posto: Moraújo) : 38.0 mm
  8. Quixeramobim (Posto: Radar Quixeramobim) : 36.8 mm
  9. Pedra Branca (Posto: Capitão Mor) : 36.6 mm
  10. Ararendá (Posto: Ararendá) : 36.5 mm

A previsão para este fim de semana, conforme a Funceme, é de predomínio de nebulosidade variável com eventos de chuva na Ibiapaba e no Litoral Norte. Nas demais regiões, chuva isolada. Nebulosidade variável com eventos de chuva na Ibiapaba e no Litoral Norte. Nas demais regiões, possibilidade de chuva. (Fonte: Diário do Nordeste).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas