Cultura

MP pede o cancelamento do São João de Campina Grande

O Ministério Público de Contas (MPC) da Paraíba pediu, nesta quinta-feira (2), a suspensão da edição de 2020 do Maior São João do Mundo, em Campina Grande. A festa foi adiada para outubro pela Prefeitura do município.

A festa foi adiada para outubro pela Prefeitura de Campina Grande.

O pedido foi assinado pelo procurador-geral de Contas, Manoel Antônio dos Santos Neto, pelo subprocurador-geral, Marcílio Toscano Franca Filho, e pelo procurador Luciano Andrade Farias.

No texto, os procuradores pedem medida cautelar para “determinar à Prefeitura Municipal de Campina Grande que se abstenha de promover qualquer ato administrativo visando a realização do São João de Campina Grande, a exemplo da emissão de empenho ou ordem de pagamento a pessoa física ou jurídica eventualmente já contratada (ou que vier a ser contratada) em virtude do evento – devendo a edilidade suspender /sustar imediatamente quaisquer procedimentos em curso ou por vir, editados nesse sentido, até que existam parâmetros de saúde seguros para a festividade”.

O pedido cita o cancelamento das festividades juninas em Patos e Conde, e aponta que a realização do evento em Campina Grande durante outubro e novembro, período de eleições, pode ocasionar desequilíbrio no pleito e questionamentos judiciais acerca da lisura do certame.

O MPC também pontua o empenho de R$ 3 milhões para a festa e diz que é plausível discutir o remanejamento de recursos do São João para a saúde ou assistência social em meio à pandemia do coronavírus. (Fonte: Wscom).

To Top
%d blogueiros gostam disto: