Educação

BA: Governo suspende aulas da rede estadual por mais 15 dias

As aulas da rede estadual de ensino serão prorrogadas por mais 15 dias, a partir do dia 3 de maio, conforme anunciou o governador Rui Costa, na noite desta terça-feira (28).

Alunos do Maria Dagmar, em Riachão do Jacuípe, seguem sem aula (Foto: Arquivo/IB)

No Dia Internacional da Educação, Rui pediu tranquilidade por parte da comunidade escolar e enfatizou que o mais importante, na atual conjuntura de pandemia do novo Coronavírus, é preservar vidas.

O governador falou em reposição presencial das aulas, com a elaboração de um novo calendário escolar, mesmo que sejam usados dias do recesso junino e que as aulas entrem no ano de 2021.

O governador destacou, também, que os estudantes não podem ser prejudicados no processo de aprendizagem, ao ressaltar que as aulas on-line, adotadas em algumas redes de ensino, não se aplicam à realidade da maioria dos estudantes da rede estadual de ensino, que não tem acesso à internet ou moram em áreas remotas da Bahia.

“O Estado não tem condições de padronizar aulas pela internet na rede estadual, a maioria dos alunos é de baixa renda e de menor poder aquisitivo. Não dá para substituir aula presencial por aula pela internet”, argumentou Rui Costa, acrescentando que “não deixaremos nenhum jovem para trás”.

Ao todo, 800 mil estudantes da rede estadual estão sendo beneficiados com R$ 55, destinados para a compra de gêneros alimentícios, totalizando R$ 44 milhões de recursos do Governo do Estado. Na primeira etapa, o vale-alimentação foi destinado para 284 mil estudantes de Salvador e mais 21 cidades.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, disse que a Secretaria da Educação do Estado e as escolas desenvolvem uma série de atividades para contribuir com a aprendizagem dos estudantes. “Ampliamos os conteúdos digitais educacionais no Portal da Educação, em parceria com universidades; disponibilizamos roteiros de estudo; e os estudantes podem assistir às aulas na TVE, em parceria com o Canal Futura. Temos, ainda, iniciativas que envolvem os programas Mais Estudo e Universidade para todos, bem como a formação de gestores e educadores das redes estadual e municipais. As escolas também desenvolvem ações solidárias envolvendo estudantes e as famílias, entendendo que é preciso o isolamento social para vencer a COVID-19”, destacou o secretário, ao ressaltar que a reposição das aulas será dialogada com os diferentes sujeitos da Educação.

Assessoria de Comunicação / Secretaria da Educação do Estado da Bahia

To Top
%d blogueiros gostam disto: