Política

Repercussão negativa faz Bolsonaro cancelar o churrasco festivo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que o churrasco que ele próprio divulgou para este sábado (9) é “fake”. Em seu Twitter, o chefe do Executivo publicou um vídeo que, segundo ele, prova que a festa não seria verdadeira.

Charge do Iotti  (Zero Hora)

Na última quinta-feira, Bolsonaro havia anunciado o churrasco para “uns 30 convidados” e, ontem, ampliou a lista para “mais ou menos 3 mil”. Com o churrasco, o presidente descumpriria mais uma vez as medidas de distanciamento social para evitar aglomerações e impedir a propagação do coronavírus.

DEBOCHOU DO MBL – No tweet publicado hoje, Bolsonaro ainda debochou do MBL (Movimento Brasil Livre), por exigir na Justiça que o presidente pague R$ 100 mil pela realização do churrasco.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o presidente cancelou o churrasco sem justificativa oficial. Aliados ouvidos reservadamente informaram que a repercussão negativa pesou para a decisão. (Deu no Yahoo Notícias).

Nota da Tribuna da Internet – Na mídia e nas redes sociais, houve muitos protestos contra Bolsonaro, porque o presidente da República precisa ter compostura e respeitar a dor de um povo que sofre uma pandemia e paga as despesas do palácio onde Bolsonaro mora de graça. Na sexta-feira, o Ministério da Saúde divulgou 145.328 casos confirmados de coronavírus no Brasil, com 9.897 mortes. Mas acredita-se que estes números seja 14 vezes maiores, devido à ausência de testes. (C.N.)

To Top
%d blogueiros gostam disto: