História

Anastácia chega aos 80 anos e lança EP com músicas inéditas

A pernambucana Lucinete Ferreira, mais conhecida pelo nome artístico de Anastácia, completa 80 anos, neste sábado (30). A cantora tem fama nacional por composições de sucesso do forró produzidas em parceria com Dominguinhos — com quem foi casada.

A pernambucana Lucinete Ferreira, com o nome artístico de Anastácia, completa 80 anos

A forrozeira teve interesse pela música ainda criança, aos sete anos. As composições da pernambucana agradaram nomes de diversos gêneros musicais.

Em 1973, Gilberto Gil gravou uma das obras mais conhecidas da artista em parceria com Dominguinhos, “Eu Só Quero Um Xodó”. Em 1974, teve duas músicas interpretadas por duas das maiores cantoras brasileiras, Gal Costa, que regravou “De Amor Eu Morrerei” e Ângela Maria, que gravou “Amor Que Não Presta Não Serve Pra Mim”.

Produção de nova EP

No mês em que comemora oito décadas de vida, Anastácia lança o álbum “Anastácia 80 – Lado A”, um projeto só de músicas inéditas, interpretadas em dueto com representantes da Música Popular Brasileira. O lançamento do EP “Anastácia 80 – Lado A” será na véspera do aniversário da artista, dia 29 de maio, em todas as plataformas digitais.

Anastácia lança o álbum “Anastácia 80 – Lado A”, um projeto só de músicas inéditas

A primeira etapa do projeto terá duetos com Roberta Miranda, Amelinha, Chico César, Mestrinho, Jorge de Altinho e Mariana Aydar. Para pós-pandemia, Anastácia afirma continuar a segunda parte do projeto com Alceu Valença, Lenine, entre outros nomes da MPB e do forró.

Nordeste

No Ceará, a cantora também foi presente em casas de shows na década de 1970. “Eu e Dominguinhos viajamos muito para Fortaleza. Tenho boas lembranças dos cearenses. Também estivemos muito presentes em festas de Juazeiro do Norte e Crato”.

Anastácia canta com Dominguinhos (Foto: YouTube)

Anastácia conta que a canção “Doidinho, Doidinho” nasceu após ela ver um show na capital cearense. “Eu vi um cara dançando e fazendo acrobacias em um show que fizemos. Até brinquei com Dominguinhos no dia”, revelou.

Anastácia teve músicas em LPs, fitas k7 e nos CDs. Em 2020, ela afirma gostar das facilidades da internet. “Antigamente, corríamos para fazer uma divulgação pelo Brasil. Hoje, a gente bota a cara na internet e somos vistos pelo mundo. A gente também já não vende disco, tudo agora é digitalizado”. (Fonte: Diário do Nordeste / Fotos: Divulgação).

To Top
%d blogueiros gostam disto: