Nordeste

PB: Prefeito preso após colocar propina na cueca é libertado

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, concedeu liberdade ao prefeito afastado de Uiraúna, João Bosco Fernandes, preso na Operação Pés de Barro. Foi determinado o pagamento de fiança de R$ 522 mil.

O prefeito afastado de Uiraúna, João Bosco Fernandes, foi preso na Operação Pés de Barro

Bosco foi filmado pela Polícia Federal recebendo propina em dinheiro e colocando na cueca. Segundo a PF, esse dinheiro seria entregue em um esquema de propinas.

Ainda de acordo com as investigações, as propinas foram entregues e registradas pelo empresário George Ramalho.

Operação

A Polícia Federal deflagrou a Operação “Pés de Barro” no dia 21 de dezembro de 2019, que investigou desvios de recursos para obras de uma adutora no sertão da Paraíba. (Portal WSCOM).

To Top
%d blogueiros gostam disto: