Política

PDT está entre indicar o vice de Bruno Reis ou ter candidato; ex-secretária Matos é o nome

O PDT de Salvador vive um dilema depois que Leo Prates (que permaneceu na Secretaria de Saúde do município) anunciou oficialmente que estava fora da disputa pela Prefeitura de Salvador este ano. Por isso várias especulações passaram a ser feitas sobre o destino do partido.

Henrique Carballal, com Leo Prates, disse que o PDT está aberto ao diálogo

Nesta quinta-feira (16) a vereador Henrique Carballal afirmou que o partido está “aberto” para dialogar com qualquer pré-candidato a prefeito de Salvador que tenha “um projeto para a cidade”.

A afirmação foi uma resposta ao pré-candidato do Podemos ao Palácio Thomé de Souza, o deputado federal Bacelar, que disse querer o apoio da legenda brizolista.

“O PDT tem um projeto nacional e isso passa por Salvador na eleição municipal. Com a desistência de Leo Prates, nós ainda vamos decidir o que fazer. O presidente Félix ainda vai fazer reuniões para discutirmos. Porém, acho que o partido está aberto para conversar com quem tem projeto para Salvador, quem é a favor da democracia, quem defende projetos e justiça social. Podemos conversar com Bacelar, Bruno Reis, qualquer desses nomes”, disse.

Decisões do PDT na Bahia passam pelo palanque de Ciro Gomes em 2022

Segundo o site bahia.ba, o PDT pode lançar o nome do deputado federal Félix Jr. como pré-candidato a prefeito de Salvador ou indicar o nome da vice em uma das chapas majoritárias. Toda essa movimentação do partido agora visa atrelar qualquer acordo político com um palanque para Ciro Gomes no estado para as eleições presidenciais de 2022.

 Ex-secretária é a opção

Cotada como pré-candidata ou como vice, a ex-secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Ana Paula Matos disse ter se sentido lisonjeada com as declarações do presidente Félix Mendonça Jr. Em entrevista ao site, nesta quarta-feira (15), o parlamentar afirmou que Ana Paula Matos “tem todos requisitos” para ser candidata à prefeitura de Salvador.

Ex-secretária Ana Paula Matos é a principal opção do PDT para a eleição

Com a desistência de Leo Prates, o partido busca um “plano B” para as eleições deste ano. A cúpula do PDT deve se reunir a partir da próxima segunda-feira (20) para chegar a uma definição.

“Me sinto honrada com as palavras de Félix. Se for entendimento do partido e melhor para a cidade, estou apta a qualquer desafio”, declarou Ana Paula.

Se for, de fato, lançada pré-candidata à prefeitura, Ana Paula teria que disputar diretamente com o vice-prefeito Bruno Reis, aposta de ACM Neto para a sucessão. Ana Paula atualmente é assessora de Bruno e foi sua subsecretária na Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza.

Outra possibilidade é a ex-secretária sair como vice de Bruno, apesar de o PDT compor a base do governador Rui Costa. Neste caso, Ana Paula afirmou que o convite para a vice significaria “união de esforços e conhecimento”. No entanto, ela acrescentou: “A decisão é do partido, do grupo político. O que posso garantir é que estou preparada para qualquer desafio”.

To Top
%d blogueiros gostam disto: