História

Personal trainer é morta a facadas em briga com vizinhos

O homem suspeito de matar a facadas a personal trainer Andressa Serantoni, 28 anos, responde na Justiça por uma tentativa de homicídio contra um vizinho, em 2015. Andressa foi morta nesta quarta-feira (12), em São José do Rio Preto (SP).

Andressa foi morta nesta quarta-feira (12), em São José do Rio Preto (SP)

Joel Fernandes Santos e a mulher, Sidileide Normanha da Paixão Santos, foram presos na casa onde moram logo após o assassinato da personal. Eles tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva.

De acordo com o processo de 2015, Joel responde pela tentativa de homicídio de um homem no bairro Maria Lúcia, também em Rio Preto. Na ocasião, ele discutiu e tentou matar o vizinho com um facão, mas a vítima conseguiu escapar. O motivo seria o barulho na casa da vítima.

O suspeito responde a esse crime em liberdade e deve ir a júri popular. O Tribunal de Justiça ainda não marcou o julgamento. O advogado de defesa de Joel neste caso disse ao G1 que tramita recurso para derrubar uma das duas qualificadoras do crime.

Morte jovem

A personal trainer Andressa Serantoni, de 28 anos, foi morta pelo casal Joel e Sidileide, vizinhos da casa da mãe dela, no bairro Vila Anchieta, em São José do Rio Preto. A jovem foi enterrada nesta quinta-feira (13), no cemitério Jardim da Paz, em São José do Rio Preto.

Segundo a polícia, a personal foi atacada a facadas depois de perguntar para a mulher o motivo de estar sendo gravada por ela com o celular.

Testemunhas contaram que a jovem tinha ido até a casa da mãe no começo da tarde para alimentar o cachorro, quando percebeu que era gravada pela mulher e se envolveu na discussão.

Moradores relataram que Andressa foi esfaqueada mais de 30 vezes vezes na calçada. O resgate chegou a ser acionado, mas a jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Vizinhos apontaram a casa para onde o casal suspeito tinha fugido. Os policiais, então, pularam o muro da residência e encontraram os dois. Joel e Sidileide saíram do imóvel acompanhados pelos quatro filhos, com idades entre 4 e 12 anos, e foram presos em flagrante. (Fonte: G1 SP).

To Top
%d blogueiros gostam disto: