História

Homem natural de Riachão morre carbonizado na ponte sobre a BA-233, próximo a Pé de Serra

Um homem de nome Edilson da Silva, conhecido por Mana, morreu carbonizado na noite deste sábado (15), por volta das 18h, após o seu veículo Corsa Classic se desgovernar e cair na ribanceira da ponte sobre o Rio Sacraiú, na BA-233, próximo à cidade de Pé de Serra.

Mana, à direita, esteve em São Paulo a trabalho, morreu carbonizado próximo a Pé de Serra

Segundo as informações, Mana é ex-jogador de futebol em Riachão do Jacuipe e estava na cidade após ter retornado de trabalho em São Paulo por conta da pandemia do novo coronavírus.

Após perde o controle do direção do veículo, Mana morreu carbonizado (Foto: WhatsApp)

Após o acidente, o veículo Corsa que ele conduzia pegou fogo e ele morreu carbonizado, antes da chegada do socorro. Não se sabe se ele estava sozinho ou teria mais alguém com ele no veículo. A Brigada Voluntária Anjos Jacuipenses ainda esteve no local, mas Mana já estava sem sinais vitais.

O veículo pegou fogo ao cair na ribanceira e Mana morreu carbonizado (Foto: WhatsApp)

Várias pessoas de Riachão lamentaram a morte do ex-jogador, inclusive Valdir do Ranchinho, que mora em São Paulo e teve contato com Mana por lá, inclusive residindo no mesmo bairro. Valdir enviou essa mensagem para o programa Viola, Sertão & Cidade, na Rádio Jacuípe:  

Mana foi ex-jogador de bola em clube de Riachão e região (Foto: WhatsApp)

“Estou muito triste no dia de hoje. Perdemos um amigo, um amigo de infância que nos deixou de um jeito tão trágico. É triste estar aqui falando isso, mas é complicado quando a gente perde um amigo, ou um irmão, como ele era considerado por todos nós. E a gente que cresceu junto ali, hoje veio morar aqui em São Paulo, quis o destino que ele viesse morar no mesmo bairro que eu, praticamente na mesma rua, e saber que ele partiu desse jeito… Queria deixar minhas condolências a todos os familiares e amigos, que deus conforte o coração de todos. Que meu amigo vá em paz. Hoje estamos tristes aqui na terra, no Ranchinho, em Feira e São Paulo, mas o céu está em festa. Um abraço para todos, fiquem todos com Deus…”.

To Top
%d blogueiros gostam disto: