Esporte

PSG de Neymar vence e está na final da Liga dos Campeões

O Paris Saint-Germain (PSG) deu um dos passos mais importantes da história recente do clube ao se classificar pela primeira vez para a final da Liga dos Campeões. Com Neymar, Mbappé e cia, o time francês bateu o RB Leipzig na semifinal por 3 a 0 desta terça-feira (18) e agora agora aguarda a definição do vencedor de Bayern x Lyon para saber contra qual adversário decide a taça.

Neymar e Di María brilharam na vitória do PSG na Liga dos Campeões / Foto: AFP

Os gols foram marcados por Di Maria, Bernart e Marquinhos. Em campo, Neymar ainda acertou duas vezes a trave, quase tornando o placar mais elástico.

A finalíssima está marcada para domingo (23), às 16h, no Estádio da Luz, em Portugal. Já o rival do PSG é conhecido na quarta (19), quando os times se enfrentam no estádio José Alvalade, também às 16h.

Primeiro tempo

O confronto foi disputado em alta velocidade. O PSG imprimiu forte pressão na saída de bola alemã e apostou na velocidade de Mbappé e Neymar. As chances não demoraram para surgir e logo aos seis minutos o brasileiro acertou trave, enquanto o francês teve um gol bem anulado pelo juiz.

Mas o time francês não diminuiu o ritmo e conseguiu abrir o placar em um lance de bola parada, aos 13. Após falta em Neymar, Di Maria cobrou falta da esquerda e Marquinhos mostrou grande sentido de posicionamento para surgir livre e meter firme a cabeça na bola.

Quando o time alemão parecia ter acertado a marcação, uma falha geral da zaga e um toque espetacular de Neymar, produziram o segundo gol francês, marcado pelo argentino Di Maria.

Segundo tempo

O RB Leipzig voltou melhor para o segundo tempo. Julian Nagelsmann colocou Forsberg e Schick para tentar tornar o time mais ofensivo. E conseguiu. O time teve o domínio dos dez primeiros minutos, apesar de só conseguir assustar com um chute longo de Forsberg.

O PSG apostou nos contra-ataques e no talento de sua dupla de ataque. Mas nem foi preciso do esforço de Mbappé e Neymar para sair o terceiro gol. Aos 11 minutos, Mukiele escorregou e pediu falta. O juiz holandês Bjorn Kuipers não deu e Bernat aproveitou cruzamento para, de cabeça, fazer o terceiro gol francês.

A partir daí, o Leipzig ficou mais com a bola, mas sem grande inspiração, só ameaçou com bolas alçadas ou chutes de longa distância, enquanto o PSG pareceu se resguardar para a final. Mbappé chegou a ter no mínimo três chances para ampliar a vantagem, mas parou nas defesas de Gulacsi. Ele e Neymar podem ter guardado os gols para a decisão. (Fonte: Lance/ Estadão).

To Top
%d blogueiros gostam disto: