Esporte

Cruzeiro demite Enderson Moreira e Ney Franco chega

Enderson Moreira não é mais o técnico do Cruzeiro. Ele foi informado da decisão na manhã desta terça-feira, horas depois de o time celeste empatar por 1 a 1 com o CRB, pela Série B do Brasileiro, e alcançar o sexto jogo consecutivo sem vitória na temporada. A diretoria da Raposa já trabalha para definir um substituto e Ney Franco está praticamente fechado.

Enderson deixou o Cruzeiro após empate por 1 a 1 com o CRB

Contratado em meados de março para a vaga de Adilson Batista, Enderson deixa o comando do Cruzeiro com 58% de aproveitamento – foram 12 jogos, seis vitórias, três empates e três derrotas.

Enderson assumiu o Cruzeiro com o desafio de classificar o clube para a semifinal do Campeonato Mineiro e com o objetivo principal do acesso à Série A do Campeonato Brasileiro.

No Estadual, o treinador pegou a Raposa com três pontos a menos em relação à Caldense, então quarta colocada, faltando duas rodadas para o fim da primeira fase. O time celeste até venceu os dois jogos restantes, contra URT (3 a 0), no Mineirão, e Caldense (1 a 0), no Ronaldão, mas não foi o suficiente para avançar.

Na sequência, a Raposa fez um jogo pelo Troféu Inconfidência (torneio que reuniu clubes do 5º ao 8º lugar da fase de classificação do Estadual): vitória sobre o Patrocinense por 3 a 0, no Mineirão. A final contra o Uberlândia não ocorreu em função dos casos de novo coronavírus no elenco do time de Triângulo Mineiro, que ficou com a taça depois de um acordo entre FMF e Cruzeiro.

Ney Franco

Depois da demissão de Enderson Moreira, a diretoria do Cruzeiro está focada no mercado em busca de um substituto. O nome mais cotado é o de Ney Franco, que está sem clube e já foi sondado por um dirigente celeste. A informação foi divulgada inicialmente pela TV Globo e confirmada pelo Superesportes.

Ney Franco, que estava no Goiás, pode assumir o time no lugar de Enderson

Não houve, por ora, uma proposta formal a Ney Franco. A diretoria celeste vai ser reunir nas próximas horas para definir o perfil do novo comandante. Endividado, o Cruzeiro deve tentar a contratação de um treinador sem salário elevado. 

Desempregado desde agosto, quando foi demitido do Goiás, Ney Franco já sinalizou que aceita uma proposta com valores condizentes com a realidade do clube celeste.

Apesar disso, o Cruzeiro também avalia outros nomes. (Fonte: O Estado de Minas).

To Top
%d blogueiros gostam disto: