Meio Ambiente

Queimadas aumentam o perigo de incêndios na Chapada Diamantina

Técnicos da operação ‘Chapada Sem Fogo’ constataram um aumento de pequenos focos de incêndio na Chapada Diamantina e imediações durante os 15 dias da primeira etapa da operação.

Os focos são resultado de queimadas feitas por agricultores que utilizam o fogo para o manejo do solo, e já estão aumentando em quantidade e proporção, chegando a atingir áreas de proteção ambiental, como o que foi relatado por técnicos do Instituto do Meio Ambiente (IMA), no balneário de Tareco, em Morro do Chapéu.

“O fogo destruiu a vegetação da caatinga nativa em aproximadamente 15 hectares, às margens do Rio Verde Jacaré”, afirmou o técnico Geraldo de Souza, que precisou da ajuda da comunidade para apagar o fogo, juntamente com outros dois técnicos do IMA e soldados da Polícia Militar Ambiental (Coppa). “Quando chegamos lá, o fogo estava descontrolado e as pessoas que tentavam apagá-lo já haviam desistido. Com ajuda da comunidade, conseguimos”, contou Marcelo Fabiano, um dos técnicos do IMA.

Desde o primeiro foco de incêndio deste ano na Chapada Diamantina, na segunda quinzena de julho, foram registradas mais de dez incidências de fogo na região, cuja umidade relativa do ar fica muito baixa neste período. Como medida de prevenção, a operação ‘Chapada Sem Fogo’ está com oito equipes monitorando a Chapada Diamantina e imediações, promovendo a Fiscalização Participativa.

Além de fiscalizar as propriedades rurais, alertar e apoiar os bombeiros e brigadistas voluntários no combate ao fogo, as equipes desenvolvem um trabalho de conscientização da comunidade local e prefeituras, para que sejam utilizadas outras formas de manejo do solo para o plantio, ao invés da prática de queimadas.

Para denunciar essas práticas ou alertar incêndios florestais, basta entrar em contato com o Disque Meio Ambiente, pelo telefone 08000 71 14 00, ou ligar para o Grupamento de Bombeiros da região, no número 193.

Bombeiros capacitam técnicos da Chapada Sem Fogo

Integrantes do 11º Grupamento de Bombeiros Militares de Lençóis promoveram um treinamento básico de capacitação para o combate ao fogo com segurança, na semana passada, aos técnicos do Instituto do Meio Ambiente (IMA) e da Defesa Civil (Cordec), que integram a operação ‘Chapada Sem Fogo’. O treinamento, nos dias 26 e 27 últimos, nas dependências do grupamento, onde os instrutores forneceram conhecimento teórico e experiência prática no combate ao fogo.

O treinamento pretende auxiliar os técnicos do Governo do Estado a, numa situação de emergência, saber se defender, tomar decisões e até mesmo ajudar bombeiros e brigadistas voluntários no combate a incêndios florestais.

To Top
%d blogueiros gostam disto: