Polícia

Tiroteio e morte numa operação para o combate de drogas em Casa Nova

Nesta quarta-feira (2) o servidor público de Campo Formoso, Nadjo Aneximandro da Cruz, 35 anos, morreu, e o delegado de Casa Nova, a 572 km de Salvador, Rogério de Sá Medrado, foi baleado.

Tudo aconteceu durante uma operação Policial Civil para o combate ao tráfico de drogas e plantios de maconha no distrito de Santana do Sobrado. O tiroteio aconteceu depois da prisão do mototáxi Altemar Pinheiro da Silva, de 34 anos, suspeito de fazer o transporte de maconha plantada em ilhas do São Francisco, na região de Casa Nova.

De acordo com informações do delegado regional, Charles Leão, que participou da busca pelos acusados de atirar na polícia, o delegado Rogério Medrado estava acompanhado de um agente da Polícia Civil, do servidor público Nadjo, que dirigia a viatura, e do mototaxista preso, que estava levando a polícia até o local onde recebia a droga trazida de barco pelos cultivadores que tomavam conta da plantação de maconha na ilha.

Recebidos a tiros

A polícia foi recebida a tiros e um dos bandidos conhecido como “Naná” foi morto no confronto. A investigação do delegado de Casa Nova chegou a dois comerciantes de Santana do Sobrado acusados de serem os financiadores do plantio e os responsáveis pela distribuição da droga para vários municípios. Foram presos Ismael Rodrigues Damasceno, de 26 anos, dono de um mercadinho, e Jaciel Damasceno Coelho, dono de uma casa de material de construção.

Na operação, o delegado Rogério ainda apreendeu duas caixas cheias de maconha pronta para o consumo e armas que estavam em posse dos traficantes. Os policiais feridos foram levados pelo agente que não foi atingido pelas balas durante o tiroteio para o Hospital de Traumas em Petrolina. Nadjo não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital e o delegado, que foi atingido no abdômen e perdeu muito sangue, passou por cirurgia e depois foi transferido para a UTI do Hospital Memorial, onde está acompanhado da família.

A movimentação foi grande nos hospitais e na cidade de Casa Nova, onde o delegado atua desde o ano passado. Três homens que estavam na casa onde morava o traficante morto foram levados para a  delegacia em Juazeiro para serem ouvidos sobre o “Naná”, que é natural de Cabrobó, sertão de Pernambuco, e teria chagado à região algumas semanas atrás.

Policiais Civis de Casa Nova, Juazeiro e Remanso estiveram juntos para prender os demais integrantes da quadrilha de traficantes. As diligências continuam em busca de outros envolvidos. Os presos serão ouvidos e encaminhados ao presídio de Juazeiro.

Com informes do Portal Campoformoso.com.br

To Top
%d blogueiros gostam disto: