Saúde

1º caso de gripe suína confirmado em Teixeira de Freitas

9 casos são considerados suspeitos pela Secretaria de Saúde municipal. Até agora, dois resultados foram entregues, com apenas uma confirmação.

Foi confirmado o primeiro caso de contágio pelo vírus H1N1 na cidade de Teixeira de Freitas, sul da Bahia. A confirmação aconteceu na última quinta-feira (10) através da Secretaria de Saúde do município após ter recebido os dois primeiros resultados de exames, sendo um positivo e outro negativo.

O município já notificou 17 casos de pacientes com sintomas, entretanto, somente 9 são considerados, verdadeiramente, suspeitos pela Secretaria de Saúde. O exame com resultado negativo é da paciente que havia chegado da Alemanha com sintomas de uma gripe muito forte. O material para exame foi colhido durante a primeira quinzena de julho deste ano. Ela foi o primeiro caso suspeito da cidade. O caso confirmado foi o de um rapaz de Pedro Canário que trabalha e reside em Teixeira de Freitas, à época ele foi transferido para Porto Seguro, onde recebeu todo o tratamento necessário. O rapaz esteve internado durante o mês de agosto e já recebeu alta.

Durante uma entrevista coletiva o pneumologista Alex Amarante Costa explicou que todos os casos atendidos na cidade, tanto na área de saúde pública, quanto na privada, que apresentam quadros de tosse seca, febre alta e dificuldades respiratórias, são tratados como se fossem quadros de infecção pelo H1N1. Em todos os casos descritos, há o recolhimento de material (mucosas do nariz e garganta) para envio ao laboratório para a realização de exames. A demora para o recebimento dos resultados é atribuída ao excesso de demanda e a falta de lugares que realizam tais exames. Apenas três laboratórios realizam o procedimento no país. Para o pneumologista o que está acontecendo em Teixeira de Freitas, é que as pessoas estão impressionadas com a quantidade de diagnósticos de pneumonia, quadro que, segundo ele, sempre existiu.

Ele explicou que “o que mudou é foi que antes os casos eram tratados fora do município, mas, com a presença de um pneumologista no município, os casos são tratados na cidade, e, assim, as pessoas têm o conhecimento da realidade”.

Com informações do Sul Bahia News

To Top
%d blogueiros gostam disto: