Economia

Bahia iniciará exportação de mel. Produção vem do Interior

A Bahia está inserida no contexto da região que mais produz mel no Brasil, o Nordeste, mas não possui locais de produção que enviem este produto para outros países, precisando de entrepostos em outros estados para participar de uma espécie de “exportação indireta”.

Para mudar este cenário, o governo está investindo em melhoria das condições de produção, instalação e qualidade para preparar o estado para vender para outros países.

Para viabilizar isto, governos estadual e federal se uniram em investimentos que geraram um plano de desenvolvimento para a cultura do mel. A primeira fase destas medidas deverá estar completamente implantada no próximo mês de novembro e ser apresentada durante o  Congresso Nordestino de Apicultura e Meliponicultura, que acontece em Salvador no mesmo mês.

Para isto, o entreposto de exportação da Central de Cooperativas dos Produtores de Mel (Cecoapi), instalada em Ribeira do Pombal, será o centro do processo. Ele está recebendo diversas máquinas para beneficiamento do mel e, dentro de alguns meses, receberá a produção de cerca de 10 mil apicultores e, de lá, preparar o mel para exportação.

Há também a possibilidade de um entreposto em Barra do Choça fazer o mesmo trabalho, pois já reúne boa estrutura para tratamento de produto em nível de exportação. Segundo o chefe do Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura na Bahia, Antonio Carlos da Matta, o estado já tem pelo menos 20 empresas processadoras de mel em condições de exportação.

A Bahia é a sétima em produção no país, mas especialistas dizem que há muito mais que é processado e não está nos registros oficiais.

To Top
%d blogueiros gostam disto: