Polícia

Cezar Borges quer reabrir postos da PRF em rodovias baianas

O senador César Borges (PR-BA) cobrou nesta quarta-feira (16) a reabertura de postos de vigilância da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em rodovias baianas.

Segundo denuncia que recebeu do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Estado da Bahia, diversos postos foram fechados nos últimos anos, entre eles no trecho de Ubaitaba da BR-101, pela simples falta de efetivos. Do mesmo modo, foi fechada uma delegacia da PRF em Santo Antonio de Jesus. Por isto, pediu ao Ministério da Justiça uma avaliação do problema.

O senador lembrou que a Bahia tem a quarta extensão territorial e o segundo maior conjunto de rodoviárias federais do país, exigindo uma cobertura policial a altura dessas necessidades. “Entretanto, enquanto estamos melhorando as estradas federais que cortam a Bahia, trazendo através do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, a recuperação de 3.500 quilômetros de rodovias, não podemos aceitar que elas enfrentem dificuldade na segurança prestada pelos policiais rodoviários”, disse César Borges.

Para o senador, a situação da PRF no território baiano preocupa ainda mais no momento em que Salvador sofre ataque do crime organizado e o governo estadual, sem condições de combater os criminosos, desloca contingente policial do interior para a capital, abandonando os municípios do interior à própria sorte. “Se não houver esta compreensão do governo federal e do Ministério da Justiça, dificilmente, a Polícia Rodoviária vai garantir a segurança dos brasileiros que trafegam nas estradas baianas”, afirmou.

De acordo com o sindicato, somente nos últimos anos, o contingente de policiais rodoviários federais na Bahia foi reduzido em mais de 60 homens, sendo que a delegacia em Paulo Afonso sofreu maiores perdas, em área, lembra o senador, que deveria receber reforço, devido à proximidade com divisas estaduais e a incidência do tráfico de drogas. O sindicato denuncia ainda problemas maiores nas delegacias de Vitória da Conquista e Barreiras, e pede a criação de uma divisão de operações aéreas no estado.

To Top
%d blogueiros gostam disto: