Polícia

Governo baiano vai reparar jornalista assassinado em Itabuna

No próximo dia 21, às 10 horas, o governo do estado vai realizar uma sessão de reparação a Manoel Leal de Oliveira, jornalista assassinado em Itabuna, no ano de 1998.

O evento acontecerá na Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador.

Com a presença do governador Jaques Wagner (PT) e de outras autoridades federais e estaduais, a Bahia vai cumprir as instruções do Comitê Interamericano de Direitos Humanos como reparação à morte de Manoel Leal. O evento será aberto ao público.

Esta será a primeira vez em que um estado aceita uma decisão do CIDH, que pertence à OEA, de reparar a morte de um jornalista por não garantir sua segurança e a liberdade de expressão. Quando foi assassinado, Manoel Leal era diretor do jornal A Região, que ainda circula no sul do Estado. 

To Top
%d blogueiros gostam disto: