Economia

Vitória da Conquista será Cidade Digital

Cidade Digital vai cobrir não somente a área urbana do município, mas também todos os distritos, levando diversos serviços de TIC, incluindo internet banda larga.

Vitória da Conquista contará com uma infra-estrutura tecnológica que vai permitir o acesso a diversos serviços da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). A implantação do programa Cidade Digital no município foi debatido na última segunda-feira (14) entre o Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Eduardo Ramos, e o prefeito de  Vitória da Conquista, Guilherme Menezes.

Os recursos para a implantação do projeto são fruto de duas emendas parlamentares, com contrapartida da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). “Temos pressa em executar o projeto, haja vista a importância estratégica de Vitória da Conquista para a região sudoeste do estado”, disse o secretário Eduardo Ramos. A execução do projeto depende ainda da liberação dos recursos federais, mas a expectativa da Secti é que os equipamentos sejam implantados até o final de novembro.

Para o prefeito Guilherme Menezes, o acesso a este tipo de tecnologia é uma demanda crescente no município. “O Cidade Digital interligará a sede do município aos distritos possibilitando uma melhor gestão administrativa da prefeitura e uma assistência maior aos cidadãos”, declarou Menezes. A primeira etapa do projeto vai interligar órgãos públicos, a exemplo de escolas, hospitais, delegacias, bibliotecas e Centros Digitais de Cidadania (CDCs). Num segundo momento, a rede de conectividade será estendida aos distritos.

A implantação de Centros Vocacionais Tecnológicos Territoriais (CVTTs) nos segmentos produtivos da cerâmica e café também foram debatidos na reunião.  Os CVTTs são unidades de geração e difusão de tecnologias adaptadas à economia local, voltadas ao ensino profissionalizante e à implementação de conhecimentos na área de serviços técnicos. As unidades seguem as demandas e a vocação econômica dos territórios onde são implantados. Os CVTTs estão direcionados para a capacitação tecnológica da população, como unidades de formação profissional básica, de experimentação científica, de investigação da realidade e prestação de serviços especializados, levando-se em conta a vocação do território onde se insere.

Outra novidade acordada para o município é a implantação de um centro tecnológico para apoiar empresas do segmento produtivo dos derivados da cana-de-açúcar, que participam do programa Progredir, de apoio aos Arranjos Produtivos Locais da Bahia.

To Top
%d blogueiros gostam disto: