Cultura

Feira comemora o centenário do Jornal Folha do Norte

A história da "Folha do Norte" se confunde com a história de Feira de Santana até nas datas. O jornal começou a circular, em 17 de setembro de 1909, na véspera do 76º aniversário de emancipação política da cidade.

Estas e outras curiosidades foram mostradas na sessão solene realizada pela Câmara Municipal na noite de ontem, para registrar o centenário de um dos mais antigos veículos de comunicação impresso da Bahia.

A capacidade do jornal de se adaptar às mudanças impostas pelos avanços tecnológicos é um dos principais fatores de seu fortalecimento ao longo do tempo, conforme observou o vereador Carlos Alberto Rocha da Costa, do PMDB, autor da homenagem. Ao saudar os convidados, dentre os quais os diretores e funcionários do semanário, ele definiu a “Folha do Norte” como “um arquivo vivo da memória de Feira de Santana”.

“Não se pode no presente pensar em projetar o futuro sem buscar o passado”, afirmou a professora Kátia Maria da Silva Carvalho, palestrante da noite, que apresentou um detalhado estudo sobre a imprensa periódica em Feira de Santana, contextualizando com o país e o mundo. Partindo da idéia de que a imprensa dissemina conhecimento, ela fez associações entre o desenvolvimento da cidade e o surgimento de órgãos de comunicação.

O evento foi prestigiado por diversas autoridades do mundo político, empresarial e da comunicação de Feira de Santana.

To Top
%d blogueiros gostam disto: