Saúde

H1N1 faz mais duas vítimas no interior

Bahia registra 148 casos confirmados. Mortes já chegam a 4, apenas 1 na capital e 3 delas (75%) no interior.

O estado da Bahia contabiliza, agora, 148 casos confirmados da gripe A (H1N1). A informação é da Coordenação de Vigilância às Emergências em Saúde Pública (Cevesp) da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). De 24 de abril a 16 de setembro deste ano, foram considerados como suspeitos 813 casos, sendo confirmados 148 deles. Outros 192 casos foram descartados, 473 estão em investigação e há seis óbitos confirmados laboratorialmente.

Duas novas mortes foram confirmadas no interior: uma em Urandi e outra em Caculé. Guanambi já tinha um caso de morte confirmado na última semana. Todas essas cidades fazem parte da região centro-sul. A quarta morte pela gripe A, que também foi a primeira, aconteceu em Salvador. Os outros dois casos de morte por gripe na Bahia foram por gripe sazonal (comum).

Com estas confirmações, o interior baiano contabiliza 75% das mortes pela nova gripe no estado. Número que assusta pelo índice de morte, já que 74,3% dos casos de contaminação aconteceram na capital. Em Salvador, apenas uma morte registrada de 111 casos confirmados (contabilizando a morte ocorrida na cidade). Enquanto no interior 38 casos resultaram em 3 vítimas fatais. Na média, a cada 12,6 contaminações (aproximadamente 13), uma resulta em morte. Diferença gritante com relação a capital, com uma média de 111.

Casos confirmados, por cidade: Salvador (110), Lauro de Freitas (7), Cachoeira (3), Iuiú (3) Feira de Santana (10), Ilhéus (2) e Porto Seguro (2), Guanambi (2), Vitória da Conquista (2) e Camaçari, São Desidério, Itabuna e Teixeira de Freitas (1 em cada cidade). Um dos casos confirmados é residente em Maceió (Alagoas), um em Ribeirão Preto (São Paulo) e outro em Montevidéu, Uruguai.

A Argentina foi o possível local de contaminação para 31,1% (46 casos), seguido pelo Chile (9), Estados Unidos (4), Paraguai (2), Uruguai (1) e outros em viagens dentro do Brasil (14).

To Top
%d blogueiros gostam disto: