Polícia

Polícia não tem novas informações; estado do professor segue grave

Segue grave o estado de saúde do presidente APLB que foi baleado na emboscada. Polícia investiga o caso, que terminou com a morte do professor Elisnei Pereira, secretário do sindicato.

A morte do secretário do sindicato dos professores de Porto Seguro Elisnei Pereira vai ser investigada também pela Coordenadoria Regional de Polícia. Ele foi vítima de um atentado na semana passada junto com o presidente do sindicato do município, Álvaro dos Santos, que está internado em Salvador. Quatro dias depois do crime, a polícia não informa se houve avanços na investigação.

O presidente do sindicato de professores de Porto Seguro, Álvaro Henrique dos Santos, que levou dois tiros, continua internado no centro cirúrgico do Hospital São Rafael, em Salvador. Ele foi operado para a retirada de uma bala da cabeça. Segundo os médicos, o caso é grave. O hospital não deu mais detalhes sobre o estado de saúde de Álvaro. Ele deve ser transferido para outro hospital por medida de segurança.

Álvaro foi vítima de atentado na última quinta-feira (17), em uma casa na zona rural de Porto Seguro. Ele estava na companhia do secretário do sindicato Elisnei Pereira, de 31 anos, que levou quatro tiros e morreu. O delegado Renato Fernandes, que cuida do caso, afirmou que trabalha com a possibilidade de execução. Ele disse ainda que só volta a falar do assunto quando tiver novas informações.

Em Salvador, o diretor do departamento de Polícia do Interior, Bernardino Brito, afirmou que o caso também vai ser acompanhado pelo coordenador regional de polícia de Eunápolis, Evy Paternostro.

Jornal Radar64.

To Top
%d blogueiros gostam disto: