Política

Com o esposo excluído do PT, Rose Bassuma vai para o PV

Mulher do deputado federal Luiz Bassuma deixa a sigla do presidente Lula e vai para o PV, da senadora Marina Silva.

Após ter sido suspenso do PT por um ano, por ser contra o aborto, o deputado federal Luiz Bassuma dá o primeiro passo em nova direção. Como a sua desfiliação do PT é inviável, momentaneamente, agora quem fará o seu papel será a sua mulher, Rose Bassuma.

Ela bateu retirada e agora faz parte dos quadros do PV, novo partido da senadora Marina Silva, que também deixou do PT.

A mudança de planos não foi tão drástica assim, pois o próprio Bassuma já havia anunciado que não sairia candidato nas eleições de 2010. Ele apoiaria a sua mulher, que é artista plástica e psicopedagoga. De todo modo, como ele foi punido pelo partido por seguir doutrina contra o aborto, restou ao deputado apoiar a sua esposa em outra legenda. E o escolhido foi o PV.

Dessa forma, Rose Bassuma herda os votos e os redutos eleitorais do seu esposo, espalhados por toda a Bahia. Por critério, o deputado não tinha indicação de cargos nem no governo federal nem no estadual. Sai, portanto, com a consciência tranqüila.   

To Top
%d blogueiros gostam disto: