Cultura

Começa hoje a VII edição nacional do Festival de Música da Bahia

Em cada canto do Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, cantores e músicos ensaiam, e os instrumentos já estão sendo afinados. O palco, que vai receber artistas vindos de diversas regiões do país, recebe os últimos ajustes. Nada pode sair do tom, pois tem início na noite desta quinta-feira, 24, às 20h, a VII Edição Nacional do Festival de Música da Bahia.

O evento, consagrado pela diversidade musical, promete continuar agradando ao público que for prestigiar as apresentações dos 24 concorrentes. Num repertório eclético, as composições passeiam pelos diversos gêneros e ritmos da rica musicalidade brasileira.

Nesta primeira noite de eliminatória, 12 candidatos concorrem a uma vaga na final. São eles: Chita Fina, grupo feminino que irá cantar a música homônima “Chita Fina”; Bilora e Cláudia Lima, interpretando “Vazante”; Zebeto Corrêa, defendendo “Moinhos de Vento”; Luisa Meireles, com a canção “O Menino da Casa Amarela”; Graco Lima Jr. com “Um Beija-flor me Avisou”; e Leilah Neme, apresentando “Estrela, Ainda”.

Também irão competir nesta quinta-feira: Grupo Voz, com a música “Dia Irá Chegar”; Mongol, que defenderá “Oração de Ateu”; Marinho San, intérprete de “Luz”; Aiace Félix, com a canção “Noite”; Paulo Gabiru, cantando “Prece, Viola e Canção”; e, fechando a noite, Gilton Della Cella, defendendo “Caminheiro”.

Premiação

O vencedor do festival ganhará R$ 6.000,00. Para o segundo e o terceiro lugares, as premiações são de R$ 3.000,00 e R$ 2.000,00, respectivamente. O evento também irá premiar os demais colocados (até a 12ª posição) com R$ 500,00, para cada um. O melhor intérprete receberá um prêmio no valor de R$ 1.000,00.

Abertura

Origem mineira, coração conquistense. Esse é Tadeu Franco, músico nascido em Minas Gerais e radicado em Vitória da Conquista, que fará o show de abertura na primeira noite do FMB. Tadeu foi apadrinhado por Milton Nascimento na década de 80.

Amanhã, o show fica por conta de Walter Lajes, participante de diversas edições do FMB, sendo finalista em todas que concorreu. No sábado é a vez do vencedor da primeira edição do Festival, Edilson Dhio, se apresentar para o público. Os dois são filhos de Vitória da Conquista.

Para fazer parte desta celebração à boa música, basta doar um quilo de alimento não-perecível. Todas as doações serão encaminhadas para entidades e famílias carentes conquistenses.

O Festival de Música da Bahia é uma iniciativa do Movimento Artístico e Cultural de Vitória da Conquista (MAC), em parceria com a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e com a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. O patrocínio é da Petrobras.

To Top
%d blogueiros gostam disto: