Política

Itamaraju: Frei Dilson é absolvido no TRE

Oposição não tinha provas suficientes contra denúncia de entrega de cestas básicas.

Por seis votos a zero, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) manteve a decisão da juíza de Itamaraju, Jeine Vieira Guimarães, que julgou improcedente a denúncia impetrada pela coligação “A Hora e a Vez de Itamaraju” contra o atual prefeito Dílson Santiago (PT), acusado de distribuição de cestas de alimentos durante a campanha política.

O recurso da candidata Marizete Carletto (PSL) foi julgado improcedente no final da tarde de terça-feira (22), com os membros da corte acatando o parecer do relator Evandro Reimão dos Reis. Na ação, impetrada na Justiça Eleitoral de Itamaraju, a coligação em prol de Carletto reivindicava a impugnação da chapa encabeçada por Santiago.

O advogado da coligação “A Hora e a Vez de Itamaraju”, Wanderson Rocha Leite, informou no final da manhã de hoje que Marizete Carletto, que ficou em segundo lugar no pleito, não pretende recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mesmo porque não há provas suficientes sobre o suposto abuso de poder econômico.

“Já esperávamos que a decisão fosse desfavorável, porque não tínhamos provas suficientes”, disse Leite, afirmando, porém, acreditar ter havido distribuição de cestas básicas pelo candidato petista durante a campanha eleitoral. Dílson Santiago foi reeleito para a chefia do executivo municipal com 11.792 votos.

O prefeito, que efetuou despachos hoje, em seu gabinete, não pôde atender à imprensa, segundo sua assessoria. Mas o Tablóide On Line ouviu sobre o processo o secretário de Obras, Francesco Scarpellino (Frei Chico), que é também um dos articulares políticos do governo municipal.

Segundo o secretário, Dílson Santiago não havia ainda se pronunciado publicamente sobre o caso, em virtude à demanda em relação ao atendimento em seu gabinete. “O prefeito já estava tranqüilo em relação a esse processo, e o resultado era previsto”, ressaltou Frei Chico, que aproveitou para culpar a oposição pelo que chamou de “turbulência política” em Itamaraju.

Do Tablóide On Line

To Top
%d blogueiros gostam disto: