Economia

Petrobrás deverá perfurar pré-sal na Bahia ainda este ano

Estado tem camada impermeável de sal, um fator importante para encontrar óleo, segundo a empresa.

A Petrobras deverá fazer, ainda neste ano, perfuração para procurar petróleo abaixo da camada do sal na costa da Bahia, na Bacia do Jequitinhonha. A previsão foi feita pelo diretor de Exploração e Produção da Petrobras, Guilherme Estrella, após participar de audiência pública, nesta segunda-feira, 5, na Comissão de Infraestrutura, no Senado.

Há cerca de duas semanas, o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), disse em Brasília que poderia haver petróleo no pré-sal na Bahia – pelas estimativas atuais, o óleo do pré-sal está numa faixa de 149 mil quilômetros quadrados que vai do litoral de Santa Catarina até a costa do Espírito Santo. O próprio presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, confirmou no último dia 25 que a empresa está fazendo pesquisas no litoral da Bahia para investigar se pode haver petróleo na camada pré-sal.

“O poço que perfuramos antes não passou a camada do sal por problemas mecânicos. Deveremos fazer uma nova perfuração nos próximos meses”, disse Estrella, ressaltando que a expectativa é fazer esse novo teste – até a camada pré-sal – ainda neste ano. “No sul da Bahia ocorrem as camadas de sal. Logo temos um dos fatores principais, que é uma camada impermeável presente”, disse Estrella.

A perfuração será feita no bloco BM-J-3, arrematado pela Petrobras, em parceria com a norueguesa Statoil na Quarta Rodada de Licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP), em 2002. A exploração desse bloco, portanto, segue o regime de concessão, aplicado em cerca de 28% da área do pré-sal, em campos já licitados da Bacia de Santos, como os de Tupi e Iara.

Com informações do Estadão.

To Top
%d blogueiros gostam disto: