Polícia

Itabuna – Escândalo no setor de tributos

Bares foram fechados por funcionarem sem alvará durante a noite de sexta-feira, 16, mas foram reabertos no sábado já exibindo os alvarás.

Escândalo na emissão de alvarás para bares e restaurantes em Itabuna. De acordo com o fiscal da Secretaria de Indústria e Comércio, José Roberto Farias, a Patrulha do Sossego fechou 10 bares no Pontalzinho, na noite de sexta-feira, 16. Todos estavam sem alvará de funcionamento. Por isso, foram interditados.

A surpresa da patrulha (integrada pelo Ministério Público, Polícia Militar e fiscais da prefeitura) é que, apesar da irregularidade, todos os bares reabriram normalmente na noite de sábado. A surpresa maior é que todos já exibiam alvará de funcionamento (portas abertas), que é emitido pelo setor de tributos da Secretaria da Fazenda.

A Patrulha questionou, mas não obteve resposta, sobre como os comerciantes obtiveram o alvará se a batida nos bares ocorreu na sexta à noite e a prefeitura somente reabriria na terça (hoje) pela manhã.

Essa parte da história ficará para a prefeitura desvendar. A liberação de um alvará é processo que leva, no mínimo, três a quatro dias. A emissão ocorre após verificação, in loco, da secretaria de Indústria, Comércio e Turismo.

Especulava-se, até, que os alvarás seriam falsos. Não são. A denúncia foi feita há pouco no plenário da Câmara de Vereadores e causou o maior rebuliço na equipe do governo. Lá estavam os secretários municipais Gilson Nascimento (Administração) e Maurício Athayde (Planejamento).

Notícia do Pimentanamuqueca.

To Top
%d blogueiros gostam disto: