Economia

Procon autua empresa de informática por propaganda enganosa em Feira

A empresa divulgava propaganda enganosa sobre curso gratuito, que acabava sendo cobrado quase que na íntegra.

O órgão de Proteção ao Consumidor (Procon) autuou, na última terça-feira, 20, a Gracom – Computação Gráfica Avançada, por divulgar propaganda enganosa. De acordo com Magno Felzemburg, coordenador do Procon, a empresa entrava em contato com as pessoas informando-as de que haviam sido contempladas com um curso gratuito. “Porém, não informava às pessoas que o curso não é o da grade principal da empresa. As pessoas só eram orientadas que a bolsa cobria apenas oito horas aulas quando esse período terminava”, explica.

Apesar de a empresa oferecer ao aluno a escolha de participar ou não das aulas da grade principal, muitos pais fizeram queixa no Procon alegando a falta de informação real no primeiro contato. “Com os estudantes já envolvidos ficava difícil de os pais convencerem os filhos quanto à decisão. Os pais geralmente não tinham condições de arcar com as despesas do curso”, ressalta Magno Felzemburg.

A Gracom foi multada em R$ 10 mil, valor que ainda será negociado, pois os diretores da empresa foram intimados a comparecer a uma audiência no Procon, para resolver a situação. Contudo, o órgão exigiu que a empresa realizasse uma propaganda mais clara com os interessados. “Estes que necessitam saber como funciona o processo da bolsa gratuita antes de ingressarem nas aulas”, finaliza o coordenador.

Os diretores da Gracom não quiseram falar sobre o assunto.

Com informações da Folha do Estado.

To Top
%d blogueiros gostam disto: