Educação

Bahia terá novo sistema de gestão escolar

Sistema online de gestão permite um monitoramento mais ágil de cada escola e região. Modelo já é adotado no Espírito Santo, que liberou o uso para a Bahia.

Um acordo firmado, nesta terça-feira (27), entre os governos estaduais da Bahia e do Espírito Santo, vai permitir a implantação de um sistema online de gestão escolar no estado baiano. A nova ferramenta, a ser aplicada a partir do ano letivo de 2010, permitirá um melhor gerenciamento integrado das 1.640 escolas da rede estadual de ensino.

O protocolo de intenções – assinado pelo vice-governador, Edmundo Pereira e pelos secretários da Educação, Osvaldo Barreto (BA), e Haroldo Correia (ES) – prevê a liberação, por parte do estado capixaba, do direito de uso gratuito do sistema à Bahia. “Por ser um estado maior que o Espírito Santo, com mais de 400 municípios, a Bahia certamente será beneficiada com esta parceria, que trará mais conhecimento aos gestores de nossas escolas”, afirmou o vice-governador.

O Sistema de Gestão Escolar, como é denominado, vai garantir o monitoramento diário e em tempo real das escolas estaduais e dos mais de 40 mil professores e 1.300 estudantes baianos. Por meio da ferramenta, será possível acompanhar o desempenho dos alunos, suas notas e frequência, e o banco de dados de recursos humanos lotado nas instituições de ensino. Merenda, transporte escolar e infraestrutura também receberão um melhor acompanhamento.

“Com foco na gestão da escola, o sistema vai permitir à SEC atuar de forma pronta e imediata na resolução dos problemas das instituições. O acesso diário e constante aos dados escolares permitirá, sobretudo, o desenvolvimento de mais projetos educacionais”, explicou Osvaldo Barreto, que considera o acordo “histórico para a rede estadual de ensino”.

A iniciativa da SEC em importar o sistema foi inspirada no êxito do Espírito Santo, que utiliza o mecanismo desde 2008 em cerca de 600 escolas. “Por meio dele, conseguimos acompanhar, via web, quantas acrianças estão matriculadas por turma, por sala, por escola e quais professores dão aula”, informou o secretário capixaba.

Haroldo Correia revelou ainda que o Sistema de Gestão Escolar tem proporcionado mais agilidade, economia e eficiência nos serviços prestados pela secretaria às instituições estaduais de ensino. Além disso, conta com o apoio dos profissionais da rede, que aprovaram a iniciativa e a enxergam como “uma ferramenta de melhoria da educação.

Fonte: Agecom

To Top
%d blogueiros gostam disto: