Meio Ambiente

Programa Campo Limpo 2009 é encerrado em Juazeiro

Programa orienta os produtores a efetuar o recolhimento de embalagens vazias de agrotóxicos e sobre o uso correto dos agrotóxicos para conservar a saúde e o meio ambiente.

Durante três meses, a Codevasf em Juazeiro, no norte da Bahia, e a empresa de assistência técnica Plantec, em parceria com os distritos de irrigação de Mandacarú, Maniçoba, Tourão e Curaçá, e a Associação do Comércio Agropecuário do Vale do São Francisco (Acavasf), realizaram o Projeto Campo Limpo, que além de efetuar o recolhimento de embalagens vazias de agrotóxicos usados pelos irrigantes, também serviu para repassar aos produtores algumas orientações sobre o uso correto dos defensivos e os cuidados com a saúde e o meio ambiente.

Na reunião de encerramento, realizada no Perímetro Irrigado de Maniçoba em Juazeiro, além de palestras educativas, foram distribuídos aos produtores os comprovantes de entrega de embalagens vazias de agrotóxicos. A coleta das embalagens é feita anualmente, e segundo a engenheira agrônoma Maria do Socorro Borges, da Plantec, “este ano superamos as expectativas de participação dos produtores. Contamos na maioria com a presença de cerca de 60% deles nos encontros. Em perímetros como o de Tourão, de 37 participantes esperados, compareceram 48 pessoas. O motivo é que muitos produtores levaram os filhos para assistirem as palestras”, comemora Socorro Borges.

Segundo a coordenação do Projeto Campo Limpo, a maioria dos produtores que participou do Projeto sabe da importância do uso correto de agrotóxicos, mas muitos deles ainda não realizam a tríplice lavagem das embalagens, o que inviabiliza a reciclagem do material.

Para Josival Nascimento Pereira, que há 29 anos trabalha no campo, e planta coco, manga e maracujá no Perímetro de Maniçoba, o trabalho realizado durante o Campo Limpo é muito importante. “Sempre aconselho aos outros produtores que participem, pois assim a gente aprende a usar direito os produtos, cuidando de nossa saúde e do meio ambiente também”, afirma o produtor.

Também participaram das ações técnicos da Agência de Desenvolvimento Agropecuário da Bahia (ADAB) e da empresa Asbrasil, distribuidora de ferramentas e equipamentos de proteção individual (EPIs).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: