Polícia

Investigações na Agerba não impedirão aumento de passagens

Apesar de a “Operação Expresso” da Polícia Civil estar tentando desmontar esquemas de corrupção e contratos fraudulentos dentro da Agerba, o processo não há de impedir a alta das passagens no início do ano que vem previsto em contratos já firmados, conforme o secretário de Infraestrutura João Leão, a quem a agência é ligada.

Segundo Leão, cancelar os aumentos seria penalizar por supostas falhas de contrato outras empresas que fecharam concessões com a Agerba de maneira legal e que operam normalmente o serviço de transporte intermunicipal e estadual.  “A Agerba não pode prejudicar as empresas, em que tudo está legal, em função de um problema que aconteceu com outras empresas”, relatou.

Ele, no entanto, não precisou de quanto será esse aumento, que provavelmente deverá entrar em vigor no mês de janeiro. Enquanto isso, o secretário garante que uma empresa de consultoria será contratada para rever todos os contratos e identificar os possíveis acertos fraudulentos.

Na última sexta-feira, o PDT, que indicou o presidente da Agerba através do deputado federal Marcos Medrado, distribuiu uma nota à imprensa condenando qualquer tentativa de aumento das passagens enquanto durarem as investigações que estão em curso.

To Top
%d blogueiros gostam disto: