Esporte

Intermunicipal – Seleções finalistas estão prontas para a batalha decisiva

Sexta-feira, 11 de dezembro, último coletivo de Serrinha e São Francisco do Conde. No estádio Mariano Santana, clima de euforia e já ganhou entre a torcida, mas seriedade e humildade no grupo de jogadores e comissão técnica. Estádio Junqueira Ayres, ajustes e correções das falhas acontecidas no primeiro jogo da final e expectativa de ex-pugilista entrar em campo.

Para a maior parte da torcida serrinhense este já seria o pôster  da seleção campeã em 2009 e deu para se perceber isto no último coletivo da temporada, realizado nesta sexta-feira. Ninguém acredita em outra coisa a não ser a conquista que não acontece há exatos 21 anos. A última foi em 1988, pois em 1997 a celeste caiu, em casa, na final contra Vera Cruz.

Na resenha esportiva da rádio Continental AM 1330, da cidade, neste sábado, percebemos que o clima de já ganhou continua forte entre os torcedores, mas nas entrevistas ao vivo com os jogadores que se deslocaram até o local e também ao final do coletivo de sexta, vimos que este clima não contagiou os atletas, pois eles sabem que do outro lado também tem um adversário querendo vencer e fazer a festa em São Francisco do Conde. Parecia um coro entre eles: “São Francisco não está morta. Ainda não ganhamos nada. Temos mais 90 minutos pela frente”.

De acordo com o presidente da Liga Desportiva Serrinhense, Neto Trabuco, foi solicitada uma carga de sete mil e 500 ingressos ao preço de 10 reais. Alguns torcedores reclamaram muito do aumento do preço, pois no jogo de ida custou apenas 5 reais, mas neste sábado, à noite, já saia um boato de que os ingressos haviam esgotados. Informação não confirmada por Trabuco, na manhã deste domingo.

Segundo Trabuco, a partir da 10 horas as bilheterias do estádio estarão abertas para quem quiser adiantar a compra dos seus ingressos para não correr o risco de perder este grande espetáculo.

São Francisco vai pra cima

Se para o torcedor serrinhense o clima é de euforia, para o torcedor sãofranciscano o momento é de muita expectativa após a derrota do último domingo em pleno Junqueira Ayres.

Entre os jogadores o pensamento é um só: vencer ou vencer e, pelo menos, por dois gols de diferença, o que levaria a decisão para os pênaltis, ou então 3 gols, para levantar a taça sem precisar passar por este drama.

O grupo sabe que desapontou o seu torcedor ao ser derrotado dentro de casa e pretende dar tudo de si para lhes dá  um super presente de natal, que é o inédito título Intermunicipal. O técnico Lindolfo Reina não contará com o meia Nildo, lesionado, deve optar pelo sobrinho do ex-pugilista Acelino Popó, o jovem Luís Cláudio, de apenas 19 anos.  Ele também já lutou boxe – fez 38 lutas -, mas resolveu jogar futebol.  No ataque deve dar Marcelo e Tony Valente, que juntos já marcaram 14 gols na competição deste ano.

Prováveis equipes para hoje:

Serrinha: Márcio Greyck; Galego, Gum, João Carijé e Roni Serrote; Júnior Ventura, Gival, Gajão e Pitchaco; Julinho e Fabinho. Técnico: Dinho Libório.

São Francisco do Conde: Marivaldo; Sandro, Fábio, Nil e Ramon; Michel, Pablo, Elton e Luís Cláudio (Paulinho); Marcelo e Tony Valente. Técnico: Lindolfo Reina.

Local: Estádio Mariano Santana, em Serrinha

Horário: 15 horas

Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (Salvador) – Assistentes: Marcos Welb Rocha de Amorim (Feira de Santana) e Ademir Moreira Nunes (Vitória da Conquista).

Por Cival Anjos – Especial de Serrinha

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: