Economia

Feira define pontos de mototaxistas

A distribuição dos 70 pontos de mototáxi em Feira de Santana já foi determinada. Das 500 vagas, 450 foram disponibilizadas para a sede e 50 aos distritos.

Segundo o diretor do Departamento de Licitações e Contratos, Rafael Pinto, os pontos entre os números 1 e 61 são instalados no município, e de 62 a 70 na zona rural.

 

A decisão está prevista desde que foi publicado o edital de convocação da licitação, no qual determinou o critério da escolha dos pontos de parada. “O licitante que ofereceu o maior valor tem direito precedente aos demais na escolha dos pontos de parada porque o investimento foi maior. Portanto, terá um ponto de parada que dará o maior retorno”, explica.

 

Conforme ele, os licitantes conheciam o critério de escolha de “Melhor Oferta” desde o início do processo. Assim sendo, os profissionais que optaram em pagar um menor preço terão um menor retorno, “o que não quer dizer que isso vai ser prejudicial”. Cada ponto tem um número de vagas variável, o que representa duas ou até nove.

 

O Serviço de Transporte Individual Alternativo Complementar (Stiac) ofereceu 500 vagas aos profissionais. Após o pagamento, a Secretaria de Transportes e Trânsito (SMTT) escolheu os pontos de paradas e efetuou a assinatura dos contratos dos 500 mototaxistas no mês de novembro. Deste número, 60 deles apresentaram a proposta, mas não efetuaram pagamento. Por conta disso, 60 novos mototaxistas foram convocados.

To Top
%d blogueiros gostam disto: