Economia

Apesar da miséria, São Fco do Conde tem o maior PIB per capita do país

São Francisco do Conde apresentou, em 2007, a maior geração de riqueza por habitante do país. Nesse ano, o Produto Interno Bruto (PIB) per capita da cidade – que abriga a segunda maior refinaria em capacidade instalada de refino do território nacional – foi de R$ 239.506, bem acima da média nacional, que foi de R$ 14.183.

Logo em seguida, aparecem os municípios de Louveira (SP), Araporã (MG), Triunfo (RS) e Confins (MG). De acordo com os técnicos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou na última quarta-feira (16) o Produto Interno Bruto dos Municípios, essa renda gerada pela produção na cidade nem sempre é apropriada pela população residente.

O documento destaca que a maioria dos municípios com PIB per capita elevado tinha em 2007 baixa densidade demográfica. No outro extremo, aparece Jacareacanga (PA), que em 2007 registrou o menor PIB per capita entre os 5.565 municípios brasileiros (R$ 1.566). Aproximadamente 60% da economia local vinham da administração pública, com alto grau de dependência de transferências governamentais.

De acordo com o levantamento do IBGE, esses programas constituíam a principal fonte de fomento ao funcionamento da economia do município. Além disso, 60% do território da cidade paraense eram destinados a áreas de preservação ambiental e terras indígenas.

O estudo aponta ainda que os 56 municípios com menor geração de renda por habitante tinham PIB per capita inferior a R$ 2.120 e estavam localizados no estado do Pará e na Região Nordeste, nos estados do Maranhão, do Piauí, do Ceará, de Alagoas e da Bahia.

Entre as capitais, Vitória (ES) liderou o ranking de geração de riqueza por habitante, com PIB por habitante de R$ 60.592, mas perdeu, dentro do estado, o primeiro lugar para o município de Anchieta. Em seguida, aparecem Brasília (DF), com R$ 40.696; São Paulo (SP), com R$ 29.394; Porto Alegre (RS), com R$ 23.534; e Rio de Janeiro (RJ), com R$ 22.903.

To Top
%d blogueiros gostam disto: