Política

Prefeito de Feira almoça com imprensa

O prefeito Tarcízio Pimenta almoçou nesta sexta-feira (18) com a imprensa feirense, no restaurante do Feira Palace Hotel, quando fez um balanço do seu primeiro ano de mandato.

“Avançamos muito em 2009, mas falta ainda muita coisa a ser feita no próximo ano, quando pretendemos implantar o programa Feira Cidade Digital em todo o município, além de dotar todas as unidades do Programa Saúde da Família (PSF) do programa Saúde Digital”, disse o prefeito, antecipando um dos principais projetos que serão executados em 2010.

Sobre a realização de concurso público, o primeiro em seu mandato, o prefeito Tarcízio Pimenta disse que ainda não estão definidas as áreas que serão contempladas. Em entrevista a um programa de rádio da cidade, dias atrás, ele adiantou, entretanto, que há necessidade de ampliar a Guarda Municipal, contratar mais agentes de trânsito e mais professores.

Em relação a novas contratações, o prefeito esclareceu que até o final de dezembro não pode mais ser chamado ninguém. “É hora de fechar as contas para começar janeiro”, informou. Já no início de 2010, ele informou que todos os segmentos do governo estarão reunidos para estabelecer o cronograma de obras de infra-estrutura, que deverá ser lançado até fevereiro.

Tarcízio Pimenta voltou a reforçar seu objetivo, em 2010, sobre a questão do plano de saúde para os servidores municipais. “Vamos concentrar esforços para assegurar esse tão importante benefício para o servidor, que é o nosso maior patrimônio”.

Pimenta prometeu manter um maior controle sobre a frota de veículos da Prefeitura, entre os próprios e os contratados, que hoje chega a quase 300 carros. Ele pretende lançar um sistema de acompanhamento através de uma central de monitoramento e mudar o sistema de abastecimento, passando a utilizar postos de combustíveis de qualquer rede instalados na cidade – e até de fora. O modelo de controle – cartão, por exemplo – é uma das possibilidades.

Ao final, Tarcízio agradeceu a imprensa pela forma como tem se comportado no acompanhamento das ações do governo. “Temos na imprensa uma aliada. Ela nos fiscaliza, nos orienta e nos ajuda a governar, quando nos aponta excessos ou até mesmo equívocos”, concluiu.

To Top
%d blogueiros gostam disto: