Meio Ambiente

Semiárido baiano será beneficiado com Projeto Aguadas

A partir de janeiro, diversos municípios da região semiárida da Bahia serão atendidos com iniciativas voltadas à melhoria da oferta hídrica. As ações vão ser viabilizadas através de convênio firmado, no último dia 18, entre o Instituto de Gestão de Águas e Clima (Ingá) e nove entidades vinculadas à Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA).

A parceria vai permitir a limpeza de aguadas, construção cisternas e barreiros trincheira – equipamentos destinados ao armazenamento de água para produção de alimentos e criação de animais. Ao todo, serão aplicados R$ 9 milhões, oriundos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), recursos que beneficiarão cerca de 1,4 mil famílias.

Está prevista, ainda, a capacitação dos beneficiários sobre convivência com o semiárido e noções de gerenciamento de recursos hídricos. “O projeto foi construído com participação e debate. Faz parte das nossas estratégias para garantia do que chamamos de segunda água, fundamental para a segurança alimentar da população”, destacou Naidson Batista, coordenador executivo da ASA.

Para o dirigente do Centro de Assessoria do Assuruá (CAA), Mário Augusto Jacó, a iniciativa terá impactos significantes na qualidade de vida da população. “As famílias sertanejas foram historicamente excluídas do processo de políticas públicas”, comentou.

To Top
%d blogueiros gostam disto: