História

Nascimento de Jesus é celebrado nos diferentes ritos católicos

A manjedoura é a mesma. O menino que ali repousa também. Já as formas de celebrar o mistério da Encarnação, que dividiu épocas na história da humanidade, são as mais distintas possíveis.

Bizantino, Armênio, Antioqueno, Caldeu, Alexandrino e Latino. Através desses seis ritos, católicos mundo afora celebram os sacramentos e vivem sua fé.

“Existe a tendência de associar catolicidade apenas com o rito Latino Romano [predominante no Ocidente]”, explica o doutor em Teologia e diretor da Faculdade Dehoniana (Taubaté-SP), padre Marcial Maçaneiro.”É preciso uma abertura maior para perceber a beleza e a universalidade da Igreja, em suas diferentes manifestações”, complementa.

O calendário pode ajudar na tarefa de explicar essas diferenças. As Igrejas do ocidente se baseiam no calendário gregoriano, que instituiu o nascimento de Cristo no dia 25 de dezembro.

“Os pagãos, nesse dia, celebravam o deus sol. Era preciso cristianizar essa data e apontar que a verdadeira luz se encontra em Jesus”, salienta o padre Marcial.

Já nas igrejas orientais, especialmente as ortodoxas,não houve a necessidade de catequizar alguma data pagã. Além disso, por lá, segue-se o calendário juliano, no qual 6 de janeiro é o dia para celebrar o nascimento do Senhor.

“A presença das igrejas orientais no Ocidente é uma riqueza incalculável, pois ajuda todos os católicos a viver com mais intensidade sua fé”, acredita o Eparca Maronita no Brasil, Bispo Dom Edgard Madi.

Com informações da Canção Nova

To Top
%d blogueiros gostam disto: